AD Sanjoanense, 4 – AD “Os Limianos”, 0

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitros: Joaquim Pinto e Pedro Miguel Sousa (AP Porto).

AD Sanjoanense: Marco Lopes (cap), Alexander Mount, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, José Almeida.

Suplentes: Tiago Rodrigues, Tiago Almeida, Duarte Terra, João Cruz, Pedro Rego.

Treinador: Vítor Pereira.

AD “Os Limianos”: João Peixoto, Ricardo Maciel, José Pedro Carvalho (cap), Tiago Crespo, Miguel Castro.

Suplentes: Cristiano Viães, Pedro Braga, Tiago Faria, Miguel Crasto, Rúben Ribeiro.

Treinador: Paulo Morais.

Ao intervalo: 3-0.

Ação disciplinar: Cartão azul para Alexander Mount (2’), Ricardo Maciel (6’).

Marcha do marcador: 1-0 por Tiago Almeida (18’), 2-0 por Pedro Cerqueira (18’), 3-0 por Pedro Cerqueira (25’), 4-0 por José Almeida (37’).

Faltas: AD Sanjoanense, 8 | AD “Os Limianos”, 12.

Depois do desaire em Vale de Cambra e do empate em Coimbra, que levaram a que a Sanjoanense perdesse terreno para os adversários diretos, o clube alvinegro regressou aos triunfos na receção a “Os Limianos” e mantém-se na liderança da classificação, ainda que em igualdade pontual (46) com os Carvalhos.

Frente a um adversário perto dos lugares de desproporção, não se esperava um jogo difícil para os homens de S. João da Madeira, que até dominaram o encontro quase na totalidade, mas os locais tiveram algumas dificuldades para chegar ao golo.

Após um início rápido e com apenas dois minutos uma falta de Alexander Mount, que lhe valeu o cartão azul, deixava os visitantes a jogar em power play e com a possibilidade de abrir o ativo, mas no duelo de capitães José Carvalho não conseguiu bater o guardião alvinegro, Marco Lopes, na cobrança do livre. Minutos depois a situação inverteu-se e foi o inglês, depois de um azul mostrado a Ricardo Maciel, após uma falta sobre Xavier Cardoso, que desperdiçou o lance de bola parada para inaugurar o marcador.

Aos poucos a Sanjoanense tomou conta da partida e com o domínio do jogo a insistência dos locais acabaria recompensada quando a sete minutos do intervalo Tiago Almeida, acabado de entrar no jogo, abria o ativo.

Com a superioridade materializada, o golo deu ainda mais ânimo aos alvinegros que, instantes depois, ampliaram a vantagem na sequência de uma grande penalidade. Na marcação do castigo Pedro Cerqueira ainda atirou ao ferro, mas uma recuperação rápida da bola permitiu-lhe apontar o segundo.

O intervalo chegou com o terceiro da Sanjoanense já sobre o apito final, com Pedro Cerqueira a marcar um livre direto a castigar a décima falta dos visitantes.

Na segunda parte o jogo manteve a mesma toada, mas o marcador só funcionou uma vez e de bola parada, com José Almeida a fazer o quarto golo da Sanjoanense, aos 37 minutos, de livre direto.

Depois de dois resultados menos positivos e já depois dos alvinegros terem assegurado, no fim de semana anterior, a passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal, a Sanjoanense regressou, assim, aos triunfos e mantém-se no comando da Zona Norte.

No próximo sábado a Sanjoanense volta a jogar em casa recebendo, pelas 17h30, o FC Porto B.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui