A 13.edição do Festival de Teatro continua com “Maldita Idade” do grupo ATEC sobe hoje, dia 2 de maio, pelas 21h30, ao palco dos Paços da Cultura.

Uma peça sobre a “´Maldita Idade´ ou as peripécias da vida de Ismael Inocêncio antes e depois de ter sido condenado à velhice precoce pelos próprios preconceitos”, lê-se no programa do evento a que teve acesso o labor.

“Os 11 beijos perdidos” do Teatro Oliveira Júnior, também conhecido como TOJ, é apresentada amanhã, dia 3 de maio, pelas 21h30, na Casa da Criatividade.

Uma história passada “numa rua anónima de uma cidade igualmente não identificada, quatro casas exibem uma janela” e “o aspeto das janelas dirá muito, de imediato, sobre quem habita na casa”, revela a programação.

As peças “Overdade ou uma grande mentira” do Trilho Encena e “Os P´s da Vida” dos Serafins estão marcadas para o dia 4 de maio. A primeira entra em cena às 16h00 nos Paços da Cultura e a segunda às 21h30 na Casa da Criatividade.

Em “Overdade ou uma grande mentira”, a figura central é Saulo, um ex-toxicodependente, que “faz uma espécie de viagem distópica pela sua vida”, questionando-se sobre “e se tudo tivesse corrido mal? O que seria de seu pai? Da sua mulher e da sua filha? Que seria de si próprio?”, adianta o documento sobre o Festival de Teatro.

Já “Os P´s da Vida” reflete sobre a vida que é “um desafio, um risco, uma fonte de desamparos e uma promessa de felicidade”, onde “plantamos sonhos e esperamos colher vitórias”, mas em que apenas “uma coisa é certa: muito daquilo que alcançamos depende da sábia construção do ser”, desvenda a programação.

O Festival de Teatro continua com “COR.agem” da oficina de Artistas no dia 5 de maio, pelas 16h00, na Casa as Criatividade.

Uma peça em que a grande questão é mesmo sobre o que é ser corajoso e o que é ter coragem. Podemos “andar numa montanha russa”, “segurar uma cobra ao pescoço”, “fazer bungee jumping”, “escalar os Himalaias” e até“comandar um exército”, mas “e se a coragem não for nada disto? E se percebermos que a coragem, apesar de ser tudo isto é, sobretudo um pouco mais? É uma espécie de fé interior que se pratica todos os dias e não apenas em ocasiõesespeciais”, descreve o programa.

As peças “Memórias” da Academia ASSP e “No entardecer dos dias de verão” do A Bem Dizer estreiam no dia 8 de maio. A primeira às 19h30 nos Paços da Cultura e a segunda às 21h30 na Casa da Criatividade.

Em “Memórias” “as personagens viajam ao encontro das suas memórias” do “passado, presente e futuro”. E “No entardecer dos dias de verão, um piquenique anual reúne figuras célebres” e é “a oportunidade para se desvendar situações míticas ou para se mitificar outras, numa interessante paródia”, desvenda a programação.

A informação sobre as restantes peças de teatro vai ser divulgada ao longo das próximas edições. O Festival de Teatro encerra a 17 de maio em S. João da Madeira.

Bilhetes já estão à venda

Os bilhetes têm o custo de 3,5 euros e estão à venda desde do dia 17 de abril nos locais habituais. Eles são os Paços da Cultura, a Casa da Criatividade, o Turismo Industrial, a Bilheteira Online, Lojas FNAC, CTT, Centro Comercial 8ª Avenida (Worten), El Corte Ingles, Pousadas da Juventude, linha 24h de reservas e informações 18 20 do MEO e os Quiosques Serveasy. À semelhança de outros anos, as peças de teatro de grupos de teatro profissionais têm um custo diferenciado. A Not Fragil é uma oferta do Município a todos os participantes no Festival de Teatro.

Programa

Maldita Idade – ATEC, dia 2 de maio, 21h30, Paços da Cultura

Os 11 beijos perdidos – TOJ, dia 3 de maio, 21h30, Casa da Criatividade

Overdade ou Grande Mentira – Trilho Encena, dia 4 de maio, 16h00, Paços da Cultura

Os P´s da Vida – Serafins, dia 4 de maio, 21h30, Casa da Criatividade

COR.agem – Oficina de Artistas, dia 5 de maio, 16h00, Casa da Criatividade

Memórias – Academia ASSP, dia 8 de maio, 19h30, Paços da Cultura

No Entardecer dos Dias de Verão – A Bem Dizer, dia 8 de maio, 21h30, Casa da Criatividade

Mamma Mia! Na praia com a Maria – Entre Cenas, dia 9 de maio, 21h30, Paços da Cultura

A Caixa – Troupe, dia 10 de maio, 21h30, Casa da Criatividade

Desenredar as Emoções – Recriarte, dia 11 de maio, 16h00, Paços da Cultura

Teatro Urbano (À Moda) do Sérius – Sérius, dia 11 de maio, 18h00, TUS

O Rouxinol – AceiTe, dia 11 de maio, 21h30, Casa da Criatividade

A Menina sem Nome – Animoparque, dia 12 de maio, 16h00, Casa da Criatividade

Vamos reciclar emoções? – Parrinhenses, dia 14 de maio, 19h30, Casa da Criatividade

Maria da Luz – Os Boinas, dia 14 de maio, 21h30, Paços da Cultura

Mudar o Mundo com o Voluntariado – Banco Local de Voluntariado e Ecos Urbanos, dia 15 de maio, 14h30, Casa da Criatividade

Not Fragile do Teatro em Caixa, dia 17 de maio, 22h00, Casa da Criativida

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui