AD Sanjoanense, 0 – Gondomar SC, 2

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia.

Árbitro: Gonçalo Nunes, auxiliado por Bruno Cunha e Miguel Machado (AF Lisboa).

AD Sanjoanense: Fábio Santos, Florentino, Ken, Vítor Bastos (Almeida, 52’), Cauê, Coulibaly, Matheus, Rafa (Castro, 79’), Caleb, Kay Kay, Gazela (Ká Semedo, 65’).

Suplentes: Bruno Maia, Rúben, Almeida, Castro, Júlio, Ká Semedo, Martin.

Treinador: Flávio das Neves.

Gondomar SC: Ricardo, Rui Filipe, Vieirinha (Yao, 89’), Miccoli (Diogo, 65’), Francisco Silva (Schuster, 72’), Huguinho, Abdoulaye, Mica, Zé Pedro, Fabinho, Serginho.

Suplentes: Tavares, Ari, Diogo, Schuster, Tiago Graça, Hélder, Yao.

Treinador: José Alberto.

Ao intervalo: 0-1.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Miccoli (46’), Vieirinha (59’), Huguinho (61’), Ken (62’), Zé Pedro (64’), Caleb (64’), Florentino (80’), Ká Semedo (88’).

Marcha do marcador: 0-1 por Zé Pedro (33’ gp), 0-2 por Francisco Silva (71’).

Depois de dois empates consecutivos, a Sanjoanense não conseguiu vencer o Gondomar no último domingo e perdeu, a duas jornadas do fim, e ainda com um jogo de atraso à data (U. Madeira), a possibilidade de chegar aos lugares (1.º e 2.º) que dão acesso ao play-off de promoção.

Frente a um dos candidatos que luta pela subida e que ocupa a segunda posição da série B, os alvinegros não conseguiram impor o seu futebol e foi a equipa visitante que controlou a partida praticamente na totalidade.

O início foi dividido, mas aos poucos o Gondomar deu indícios de querer tomar conta do jogo começando a incomodar o setor mais recuado dos locais, que só à passagem do primeiro quarto de hora é que conseguiram chegar perto da grande área visitante, mas sem grande perigo, com o cruzamento de Gazela anulado pela defensiva gondomarense.

Num encontro nem sempre bem jogado, nomeadamente por parte da Sanjoanense, que teve muitas dificuldades em progredir no terreno, as oportunidades foram escassas, mas as poucas que existiram o Gondomar soube aproveitar para marcar. E a primeira foi aos 33 minutos, quando numa investida pela esquerda, e já dentro da grande área, o árbitro assinala grande penalidade, que Zé Pedro, que instantes antes já havia enviado a bola às malhas laterais na cobrança de um livre direto, aproveitou para colocar o Gondomar em vantagem. Fábio Santos ainda adivinhou o lado, mas não conseguiu evitar o golo.

Se o jogo parecia difícil para a Sanjoanense, a desvantagem complicou ainda mais o trabalho dos alvinegros, que já perto do intervalo voltaram a ficar em sobressalto com uma excelente jogada individual de Huguinho, que depois de tirar dois homens da frente, e já dentro da grande área, viu o forte remate desviado por um adversário da casa.

Na segunda parte os locais pareciam vir do balneário com vontade de tomar conta do jogo e dar a volta ao marcador e logo aos três minutos Caleb, na resposta a um cruzamento de Florentino, obriga o guardião Ricardo a uma defesa apertada com um remate em rotação e já em desequilíbrio.

O que parecia ser a reação dos locais rapidamente se perdeu. A Sanjoanense começou a perder fulgor, perante um Gondomar que aos poucos regressou ao comando da partida, e aos 71 minutos um erro da defensiva alvinegra terminava com o segundo dos visitantes. Francisco Silva aproveitou a falha para se antecipar e isolado ultrapassou Fábio Santos e fechou a contagem.

Já em tempo de compensação Caleb teve uma excelente oportunidade para reduzir, mas o Ganês não contava com as facilidades da defesa visitante e o cruzamento de Cauê acabou quase como que um passe para as mãos do guardião Ricardo.

Entretanto, ontem, já depois do fecho da edição, a Sanjoanense defrontou, em casa, o União da Madeira, num jogo em atraso referente à 31.ª jornada. No próximo domingo os alvinegros deslocam-se a Águeda para defrontar a equipa local.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui