HC Maia, 2 – AD Sanjoanense, 7

Pavilhão do Nortecoope, na Maia.

Árbitros: Vera Fernandes (AP Coimbra) e José La Salette (AP Aveiro).

HC Maia: Daniel Lucas, João Truta (cap), Pedro Ferreira, Marco Moura e Tó Cruz.

Suplentes: Léo Lima, André Matos, Guilherme Pinto, Pedro Pacheco e Rodrigo Silveira.

Treinador: Marco Dias.

AD Sanjoanense: Tiago Rodrigues, Xavier Cardoso, Alex Mount, Pedro Cerqueira e José Almeida.

Suplentes: Marco Lopes (cap), Pedro Rego, João Cruz, Duarte Terra e Tiago Almeida.

Treinador: Vítor Pereira.

Ao intervalo: 0-3.

Ação disciplinar: Cartão azul para Pedro Pacheco (22′), Marco Dias (23′, treinador), Guilherme Pinto (23′), Tó Cruz (34′), André Matos (38′) e Guilherme Pinto (44’).

Marcha do marcador: 0-1 por Pedro Cerqueira (2’), 0-2 por Pedro Cerqueira (6’ gp), 0-3 por Alex Mount (16’), 0-4 porAlex Mount (26’), 0-6 por Alex Mount (34’), 0-6 por José Almeida (38’), 1-6 por Rodrigo Silveira (42’), 1-7 por Alex Mount (43’), 2-7 por Tó Cruz (49’).

Faltas: HC Maia, 11 | AD Sanjoanense, 13.

Demolidora, autoritária e convincente. A Sanjoanense foi até à Maia golear por 7-2 tornando fácil uma partida num ringue sempre difícil e frente a uma equipa que jogava tudo pela permanência, mas que, assim, ficou praticamente condenada à despromoção.

Os alvinegros encheram o olho na primeira parte e colocaram-se a vencer através de uma sticada forte de Pedro Cerqueira, que ainda sofreu um desvio num adversário. Sem abrandar, o mesmo Pedro Cerqueira bisou aos seis minutos ao converter uma grande penalidade. A equipa de Vítor Pereira nunca esteve em situações de reais apuros e a mestria e técnica de Alex Mount dilataram o marcador por 3-0, com o inglês a finalizar de “picadinha” em frente ao guarda-redes Daniel Lucas. Ainda antes do descanso, o HC Maia perdeu a cabeça com a dupla de arbitragem e viu três azuis no espaço de um minuto, dois deles por protestos.

A Sanjoanense entrou no segundo tempo a jogar em powerplay e marcou o quarto, novamente por Alex Mount, britânico que viria a completar o hat-trick aos 34′. Depois, mais azuis para o HC Maia e… mais golos para a ADS. O 0-6 foi apontado por José Almeida, de livre-direto, Rodrigo Silveira reduziu pelo meio, e Alex Mount fez o segundo póquer em dois jogos consecutivos ao fazer o 1-7, também de bola parada. A 25 segundos do fim, Tó Cruz fixou o resultado final em 2-7. Triunfo categórico de uma Sanjoanense que continua líder com dois pontos de vantagem para o CH Carvalhos e que está a quatro pontos de ser campeã. O campeonato vai, agora, ter o último interregno antes do seu término, para se jogar os quartos de final da Taça de Portugal. A Sanjoanense é a única equipa da II Divisão em prova e vai receber no sábado, às 17h30, a vizinha Oliveirense, partida que se antevê muito difícil já que a equipa de Oliveira de Azeméis luta pelo título na I Divisão.

Resultados da formação
Sub-15
CA Feira, 1 – AD Sanjoanense B, 2
Sub-17
Oliveira do Hospital, 5 – AD Sanjoanense, 3
Sub-20
Valongo, 10 – AD Sanjoanense, 0
 Sub-15
AD Sanjoanense, 4 – CENAP, 2
Sub-13
AD Sanjoanense, 4 – CENAP, 5
Agenda
Seniores masculinos
AD Sanjoanense-UD Oliveirense
Dia 4, às 17h30, Pavilhão ADS
Seniores femininos
CA Campo Ourique-AD Sanjoanense
Dia 4, às 20h00, Lisboa
Sub17
AD Sanjoanense B-UD Oliveirense
Dia 4, às 15h00, Pavilhão ADS
Sub20
HC Braga-AD Sanjoanense
Dia 5, às 16h00, Braga
Sub11
CA Feira-AD Sanjoanense
Dia 5, às 11h00, Feira
Sub09
AD Sanjoanense B-UD Oliveirense
Dia 5, às 14h30, Pavilhão ADS
Sub09
AD Sanjoanense-HC Mealhda
Dia 5, às 15h30, Pavilhão ADS
Sub17
AA Coimbra-AD Sanjoanense
Dia 5, às 17h00, Coimbra
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui