Depois de ter colocado os primeiros três bancos de lápis no Largo do Souto, seguindo-se mais três junto à Torre da Oliva, o Município colocou mais quatro bancos de lápis no jardim entre o Fórum Municipal e o Tribunal de S. João da Madeira.

A instalação destes novos bancos realizou-se no dia 2 de maio, pelas 14h30, com a presença de Jorge Sequeira, presidente da câmara, José Nuno Vieira, vice-presidente e mentor da ideia, Paula Gaio, vereadora da Ação Social, e dos funcionários camarários ligados à arquitetura, carpintaria e pintura dos bancos de lápis.

Esta é uma iniciativa pensada, desenvolvida e projetada pela Câmara Municipal de S. João da Madeira com o intuito de promover a “valorização do património municipal” ao associar bancos de jardim aos históricos lápis Viarco, começou por dizer Jorge Sequeira, deixando um “elogio, com muita firmeza, aos nossos trabalhadores” ligados à arquitetura, carpintaria e pintura por este “trabalho de qualidade”.

De momento, a certeza é a de que os bancos de lápis de S. João da Madeira têm andado nas “bocas do país”, quem sabe até do mundo, e a prova disso tem sido as associações destes objetos a esta cidade nas bolsas de turismo onde o Município marcou presença ou em contactos com outros autarcas, deu a conhecer o presidente.

A conceção de mais bancos não está, pelo menos para já, prevista. Sendo esta uma “questão que vamos avaliar porque os serviços têm de atender outros pedidos”, afirmou Jorge Sequeira, adiantando que outros objetos ligados à história da cidade vão ganhar forma tal como estes bancos muito brevemente.  “No Hat Weekend (Festival do Chapéu) vamos ter a presença física do chapéu no centro cívico”, adiantou Jorge Sequeira à comunicação social.

DF

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui