Votando no PSD nas eleições europeias de 26 de maio

Em dia de arranque de campanha eleitoral para as europeias de 26 de maio, o “número um” da lista do Partido Social Democrata (PSD) “fez escala” em S. João da Madeira (SJM). Depois de ter estado na Feira de Espinho e antes de visitar o grupo empresarial Simoldes com sede em Oliveira de Azeméis, Paulo Rangel passou, na passada segunda-feira de manhã, pelo Welcome Center do Turismo Industrial situado na Torre da Oliva onde trocou impressões com uma das responsáveis pelo programa camarário, Alexandra Alves, e alguns órgãos de comunicação social.

A escolha do local para esta breve paragem em SJM não foi feita ao acaso. Segundo o candidato do PSD, “a Torre da Oliva é um exemplo de excelente investimento europeu” e de que “a Europa está presente na nossa vida”. E, na sua opinião, também exemplar é esta “experiência que diria quase única e com grande sucesso a nível nacional e até referenciada internacionalmente que é o Turismo Industrial” de SJM.

Acompanhado pelo vice-presidente do partido, Manuel Castro Almeida, e alguns elementos do PSD local, Paulo Rangel não poupou elogios a esta “grande mais-valia do concelho”, a este “museu vivo” “de indústria contemporânea”, considerando-a uma “boa herança da gestão PSD no concelho” e “uma boa bandeira para as pessoas votarem no PSD [agora] nas europeias”.

“85% do investimento público português é feito com fundos comunitários”

Em S. João da Madeira, o cabeça de lista defendeu, por mais do que uma vez, o quão importante é o voto nestas eleições. Primeiro, porque a nível europeu “há uma crise, digamos assim, com várias dimensões”, disse o social-democrata referindo-se, por exemplo, ao Brexit, à “tensão” existente entre alguns estados-membros da União Europeia (UE) e à “própria reforma da Zona Euro que aguarda por um consenso maior”.

Na sequência, Paulo Rangel também chamou à atenção para que “grande parte das decisões” é influenciada “pelas decisões que se tomam no Parlamento Europeu” e para que “85% do investimento público português é feito com fundos comunitários”.

Além disso, e focando-se no que se passa no país, o eurodeputado recandidato “apontou o dedo” às “políticas de carga fiscal máxima e de serviços públicos mínimos” que o Governo português tem vindo a desenvolver invocando as “metas europeias”. Isto, “quando não é a Europa que é responsável por isto, mas as escolhas do Governo”, fez questão de esclarecer.

De acordo com Paulo Rangel, Portugal está a aumentar a sua carga fiscal quando a Irlanda e a Grécia, dois países onde a troika esteve igualmente presente, estão a baixar. Além do mais, “estamos a regredir em coisas básicas como a saúde materno-infantil [área na qual se registou um aumento do número de mortes em 2017 e 2018] e isto não tem explicação a não ser o desinvestimento, o descuido e a negligência a que o Serviço Nacional de Saúde foi votado”, “atirou”.

PSD quer ter “um resultado muito forte” nestas europeias

Se o PSD tiver um resultado muito forte, ganhando as eleições, isso será mostrar imediatamente um cartão amarelo ao Governo (…). Será, no fundo, um sinal de reprovação destas políticas de carga fiscal máxima e serviços públicos mínimos”, explicou Paulo Rangel, pedindo aos eleitores portugueses para darem, então, “cartão amarelo” ao executivo liderado por António Costa, antes de mostrarem o “cartão vermelho” nas legislativas de outubro deste ano.

Dirigindo-se aos sanjoanenses em particular, sublinhou: “Devem ir votar” e “devem fazê-lo em consciência, em liberdade, mas com a recomendação que votem no PSD”. Para o social-democrata, “o PSD tem a melhor lista, o melhor programa e representa a reprovação destas políticas de impostos máximos e serviços públicos mínimos do PS”.

Ainda no dia 13 e no distrito de Aveiro, Paulo Rangel visitou a BioRia (Salreu – Estarreja) e participou numa iniciativa ligada à Economia Azulna Praia de Cortegaça (Ovar) e num grande comício no Europarque (Santa Maria da Feira).

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui