Combater energias as que exprimem negação

0
16

Combater é uma expressão que nos leva tanto para o plano físico como para as ideias. E se combater doutrinas, filosofias, correntes de pensamento, nos parece “politicamente correto”, o mesmo não será combater na guerra, até em ringues ou em campos próprios para o efeito. O combate físico, quando realizado com princípio, meio e fim, com regras rígidas que garantam justiça e equidade, é uma arte no campo desportivo cujas raízes mergulham na antiguidade. Não é por acaso que no desporto há um sem número de variantes de “combate”, o kickboxing e o râguebi são dessas variantes em que os portugueses dão cartas (ganhando medalhas mesmo em campeonatos internacionais, sem que se dê muito por isso).

As artes de combater obrigam a uma enorme autodisciplina, a um grande equilíbrio entre o próprio corpo e a mente. A um intenso desafio que nos permita nunca ultrapassar os limites sem que por isso deixemos de nos superar a nós próprios. Mesmo sem praticarmos fisicamente o desporto já referenciado (ou outro), estes princípios que os atletas das modalidades de combate levam muito a sério poderiam ser aplicados na nossa vida diária com grande resultados . No entanto, 2019 em outros caminhos não está a ser um ano fácil para a Europa. Em Portugal não há alegado especialista que se atreva a afirmar o contrário. Estamos e vamos travar vários combates em muitas frentes, mas há um em particular, a corrupção que corrói a humanidade. Certos que devíamos começar já a travar, sem pensar muito.

Mas há que travar o combate contra as energias que exprimem negação, que teimam em levar-nos para caminhos acidentados ,puxar-nos para baixo, em fazer de nós pessoas depressivas, sem tempo para aproveitar o que de bom tem a vida. Em vez de nos queixarmos (embora possamos ter motivos para isso) e nos deixarmos invadir por algo que nos torna paralisantes, sensação de impotência (pois achamos que a “culpa” da situação é nossa, também não nos achamos na obrigação de fazer alguma coisa), o melhor é mesmo “atacar” o adversário da inércia e da tristeza.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui