Sócios elegem amanhã novo presidente alvinegro

Há muito que o clube não tinha dois candidatos

0
69

É já amanhã que se realiza mais um ato eleitoral na Associação Desportiva Sanjoanense, que há muito não via duas listas candidatas para os seus Órgãos Sociais. Na última Assembleia Geral do clube, realizada a 20 de maio, em que a abertura do processo eleitoral era um dos momentos mais aguardados, foram vários os apelos no sentido de se procurar o consenso entre os dois candidatos, mas o entendimento entre ambos não foi possível e amanhã os sócios do clube alvinegro terão, como há muito não acontecia, opção de escolha, para além do voto nulo ou abstenção.

Ambos são bem conhecidos dos associados e se Luís Vargas, que lidera a Lista A, tem como lema o “Orgulho no passado, estabilidade no presente, projetar o futuro”, já Manuel Correia, que encabeça a Lista B, defende que “Está na hora da mudança”.

O ato eleitoral realiza-se amanhã, entre as 16h30 e as 21h30, no pavilhão de desportos da Associação Desportiva Sanjoanense.

Luís Vargas

“Orgulho no passado, estabilidade no presente, projetar o futuro”

Créditos: Nuno Santos Ferreira

Há oito anos à frente dos destinos do clube, Luís Vargas apresenta-se a votos com o objetivo de dar continuidade ao trabalho que tem vindo a realizar desde 2011 e que tem resultado numa diminuição significativa do passivo. Depois de ter anunciado, há alguns meses, em reunião de direção, a sua vontade em não se recandidatar, o atual dirigente voltou atrás e há cerca de duas semanas assumiu-se como candidato, garantindo que a mudança de decisão resultava de um “apelo das modalidades e na defesa dos superiores interesses da ADS”.

Luís Vargas lidera a Lista A que, segundo ele, assenta em três vetores – Credibilidade, Ecletismo, Competitividade – e tem como lema “orgulho no passado, estabilidade no presente, projetar o futuro”.

Diminuição do passivo (75%), aumento da credibilidade, apoio a todas as modalidades, aumento do número de atletas e aposta na formação, são pontos que o dirigente sublinha e justifica com o orgulho no passado. Quanto à estabilidade no presente Luís Vargas aponta várias situações como a defesa intransigente do ecletismo, a recuperação do património do clube e a igualdade no género, com o regresso das equipas seniores femininas de basquetebol e andebol. O dirigente sublinha ainda que o clube caminha para a estabilidade financeira e no capítulo desportivo destaca o facto de todas as equipas seniores militarem no primeiro ou segundo escalão nacional, bem como a luta por títulos distritais e nacionais nos escalões de formação.

Já no que diz respeito a projetar o futuro, o dirigente compromete-se a criar um departamento de Marketing, Publicidade e Comunicação, uma comissão de revisão de estatutos e de um conselho geral (órgão consultivo), bem como a realização de eventos com vista a angariação de sócios. A atribuição, progressiva, de medalhas de ouro aos sócios com mais de 50 anos e apostar na manutenção das infraestruturas também fazem parte do projeto.

Lista A – Órgãos Sociais
Mesa da Assembleia Geral
Presidente – Luís Miguel Ferreira
Vice-presidente – Ilídio Moreira Leite
Direção
Presidente – Luís Vargas Cruz
Vice-presidente – Luís Ferreira da Silva
Vice-presidente – José Pedro Silva
Vice-presidente – Manuel Oliveira
José Antunes
Conselho Fiscal
Presidente – João Almeida
Vice-presidente – Nuno Martins Pinho

Manuel Correia

“Está na hora da mudança”

Créditos: Nuno Santos Ferreira

Manuel Correia, que faz parte dos atuais Órgãos Sociais do clube, foi apresentando como candidato quando Luís Vargas manifestou a sua intenção em não continuar e encabeça a Lista B.

Sob o lema “Está na hora da mudança”, garante que a sua candidatura “não é contra ninguém nem a pedido”, surgindo “por vontade própria e na defesa intransigente dos interesses e valores da Sanjoanense”.

Com um projeto que se rege pela “transparência, credibilidade e mística”, Manuel Correia garante que é sua intenção “manter um relacionamento saudável entre todas as modalidades”, bem como a “conciliação na gestão de cada secção e na transparência do desempenho”.

Assegurando que não faz “falsas promessas”, o candidato sublinha que será um “presidente voluntário e sem remuneração”, irá reforçar o futebol de formação com dinâmica e competitividade e irá trabalhar em campanhas de sócios, que facilitem o regresso de ex-associados, e refere que irá repor “a verdade dos emblemas a atribuir”. Alterar a data das eleições, bem como de apresentação de contas e a revisão dos estatutos são também apostas do candidato, que pretende ainda implementar a loja do clube.

Garantindo que será um presidente com “dinâmica ativa e participativa”, Manuel Correia quer também promover eventos desportivos e culturais, valorizar o património do clube e rever o apoio às modalidades no que diz respeito aos transportes.

No seu programa, o candidato, que se define como bairrista, levanta ainda uma questão: “Como estão as contas do clube?”. “Estamos em pleno processo eleitoral e não foram apresentadas as contas de 2018 e nada se sabe sobre a gestão dos meses de 2019”, refere Manuel Correia, considerando que as explicações da última Assembleia Geral “foram vagas”.

Lista B – Órgãos Sociais
Mesa da Assembleia Geral
Presidente – Jorge Cortez
Vice-presidente – Luís Cambra
Direção
Presidente – Manuel Correia
Vice-presidente – José Castro Ferreira
Conselho Fiscal
Presidente – Sílvio Bulhosa
Vice-presidente Carlos Saramago Aguiar
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui