Terminado mais um “A Cidade no Jardim”,  o presidente da câmara disse-se “satisfeito” pela forma como decorreu este “encontro das coletividades com a cidade” que, entre 7 e 10 de junho, atraiu ao Jardim Municipal milhares de pessoas, sobretudo sanjoanenses. 

Mesmo tendo tido menos um dia do que estava programado, devido ao mau tempo, Jorge Sequeira referiu-se ao evento como algo “único”, uma vez que, em seu entender, “revela a força das nossas associações”. 

“De facto, em S. João da Madeira o associativismo é muito forte”, afirmou o autarca aos jornalistas, a propósito do assunto, no final da última reunião de câmara pública, destacando o papel dos “dirigentes associativos que emprestam muito do seu tempo, da sua energia e das suas vidas pessoais ao associativismo”. “É para mim uma coisa fantástica: verificar como os nossos dirigentes associativos são pessoas férreas, determinadas e dão uma atenção à causa pública, ao interesse geral e à comunidade que é única e é difícil ver noutros pontos do país”, reforçou a ideia.  

Utilização de copos reutilizáveis reduziu pegada ecológica  

Realizado desde 2003 e classificado pela ERSUC, em 2018, como eco-evento, este certame que contou com mais de uma centena de stands e tasquinhas ficou marcado, este ano, pela introdução da utilização de copos reutilizáveis, evitando o uso de cerca de 60 mil unidades de copos plásticos, conforme o labor adiantou em edição anterior. 

DR
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui