O Município de S. João da Madeira vai “investir na eficiência energética da rede de iluminação pública através da aposta em tecnologias que permitem baixar a fatura com a energia e reduzir a emissão de carbono, sem comprometer os índices de luminância média”, informou o gabinete de comunicação municipal em comunicado enviado ao labor.

O presidente da câmara, Jorge Sequeira, assinou esta semana o contrato relativo a esta empreitada, que foi adjudicada à empresa “Carlos Gil – Obras Públicas, Construção Civil e Montagens Elétricas, Ld.ª”, por 470.789 euros mais IVA, em que serão substituídas 1.613 luminárias ineficientes por luminárias de alta eficiência LED, seguindo-se a necessária análise pelo Tribunal de Contas para atribuição do visto para o início dos trabalhos que terão um prazo de execução de dois meses.

Poupança anual de 140 mil euros

De acordo com o comunicado da câmara, esta intervenção “gerará uma poupança da ordem dos 140 mil euros anuais no funcionamento dessas estruturas, resultante de um menor consumo energético das mesmas, que passará de mais de um 1,1 milhões de kWh por ano para cerca de 300 mil” e “daqui resultarão também vantagens ao nível diminuição da produção de Gases de Efeito Estufa, reduzindo a pegada ecológica de S. João da Madeira, já que as emissões de CO2 são reduzidas de 400 toneladas anuais para 110”.

Os dados “resultam de um estudo realizado pelo Município de S. João da Madeira em colaboração com a agência de energia Energaia e que apontam para uma poupança de mais de 70 por cento nos consumos das 1.600 luminárias de vapor de mercúrio e vapor de sódio por luminárias de tecnologia LED”, concluiu a mesma fonte de informação.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui