Antigo presidente da câmara faleceu no último dia das festividades

Chegaram ao fim mais umas Festas da Cidade com Adelino Calhau, presidente da comissão organizadora, a fazer “um balanço positivo” e a destacar a Procissão Solene como “ponto alto” destas que são as maiores festividades de S. João da Madeira.

Também Jorge Sequeira salientou o cortejo religioso que, no último domingo à tarde, percorreu parte da cidade, definindo-o como “um momento de especial significado, acompanhado por grande parte da população da nossa cidade”. Daí, em declarações ao labor, o autarca ter dirigido “uma palavra ao Padre Álvaro Rocha, pelo envolvimento da Paróquia”, e uma outra à Comissão de Festas (CF).

O líder camarário não poupou elogios à CF liderada por Adelino Calhau “pelo modo absolutamente notável e exemplar como decorreram as festas”. Aliás, nesta conversa com o nosso jornal, quis “deixar uma palavra de homenagem e reconhecimento pela excelência da organização, destacando ainda o gesto nobre do sr. Adelino Calhau ao ter convidado os participantes no encerramento do programa a observarem um minuto de silêncio pelo falecimento do sr. Manuel Cambra [na segunda-feira passada]”. Note-se que a última noite das Festas da Cidade contou com a atuação de Mickael Carreira, que como seria de esperar atraiu uma multidão ao Jardim Municipal, e um espetáculo de fogo de artifício.

 

DR

Marchas Populares “dão toque especial” aos festejos

A propósito das Marchas Populares,organizadaspelo Municípioatravés da sua Divisão de Educação, Jorge Sequeira disse ao labor que “as Festas da Cidade são especiais, desde logo por darem protagonismo, através da realização das marchas, ao melhor que a cidade tem: as suas crianças e as suas escolas”.

Por seu turno, a vereadora da Educação afirmou, a julgar “pelo feedbackjá recolhido junto das entidades participantes, que o balanço é muito positivo”. Na ótica de Irene Guimarães, o desfile “representou, uma vez mais, a demonstração da voluntariedade, da força e da capacidade de trabalho da nossa alargada comunidade educativa, quer na confeção dos trajes, na seleção das canções, na definição e na organização das coreografias, reinventando as nossas tradições, usos e costumes que, julgamos, devem ser (re)ensinados e perpetuados nas gerações vindouras”.

“Tendo plena consciência de que todo o trabalho realizado ultrapassa, em muito, o horário letivo e diário das nossas escolas e instituições, endereçamos um sentido reconhecimento e agradecimento a todos os envolvidos pelo esforço na preparação do desfile das marchas sanjoaninas, o qual resultou num magnífico festival de cor, animação, entusiasmo, alegria, envolvimento e simbiose entre todos os intervenientes”, completou.

Este ano, contrariamente ao que aconteceu em 2018, S. Pedro “ajudou” com bom tempo a realização daquela que é uma das maiores manifestações populares de S. João da Madeira. Pertencentes a vários estabelecimentos de ensino e a uma instituição de terceira idade da cidade, desta vez, foram mais de 2.300 os marchantes que desfilaram na Avenida da Liberdade e, no fim, apresentaram as suas coreografias no largo em frente ao Fórum Municipal. O espetáculo final, que no ano transato teve lugar na Praça 25 de Abril, voltou ao local de outras edições para gáudio de quem participou e também de quem assistiu.

 

DR

“Festas da Cidade foram um êxito”

O tema “Festas da Cidade” foi trazido a público na última reunião de câmara. Primeiro, pela voz do munícipe Manuel Pinho, para quem estas festividades “são muito importantes para S. João da Madeira”. Depois, já no período de antes da ordem do dia, por Paulo Cavaleiro.

O vereador da coligação PSD/CDS-PP chamou à atenção para algumas “questões” como, por exemplo, “o sistema de rega [do Jardim Municipal] ter começado a funcionar na hora do fogo de artifício” e “a iluminação da Avenida da Liberdade não ter sido desligada” na mesma altura. Situações que Jorge Sequeira disse desconhecer e que iria reportar aos serviços camarários competentes.

“Chamadas de atenção à parte”, para o autarca, “as Festas da Cidade foram um êxito”. Aliás, Jorge Sequeira aproveitou a ocasião para – uma vez mais – dirigir “uma palavra de saudação à Comissão de Festas” e agradecer “a todos os envolvidos” nas Festas da Cidade. Recorde-se que já o havia feito quando interpelado sobre o assunto pelo labor ainda antes da reunião.

Concretamente sobre as Marchas Populares, o edil enalteceu o facto de terem decorrido “com brilho, muita participação, grande empenho das escolas e muito público”.

 

DR
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui