A 30 de maio de 2019, a EDP distribuição enviou um comunicado a este jornal labor a dar nota, assim foi reclamado, que iria resolver (como resolveu) as anomalias em postes de iluminação pública, por se encontrarem fora de serviço por falta de globos nas ruas Serpa Pinto e Oliveira Júnior, e que situações similares em outros pontos da cidade seriam resolvidas até 30 de junho. Mas como nem tudo foi resolvido, e para não se perder mais tempo, é que venho chamar à atenção, melhor dizendo relembrar a EDP distribuição o que desde 2016 tem conhecimento, através dos serviços da câmara municipal de S. João da Madeira (diga-se que pouca importância deram ao assunto a ter em conta a demora na resolução do problema): na Rua Enedina Garcia, numa curva e por acidente automóvel, houve derrube de um poste ficando parte que posteriormente foi totalmente retirado, cujo local (onde existia o poste) a foto o assinala, logo passou a ter uma maior distância entre postes, provocando na referida rua e no passeio uma escuridão no período noturno levando a que o receio e o medo tomassem conta das pessoas na passagem pela zona derivado ao poste que se “evaporou”.

Aos serviços da EDP, se pede que assuma responsabilidade, e com ligeireza, de recolocar o poste no local. A iluminação pública tem uma função específica, é essencial para a qualidade de vida dos centros urbanos, atuando como instrumento de cidadania, permitindo que se desfrute, plenamente, do espaço público no período noturno.

Esta falha (falta de poste) que de todo tem de irracionalismo, incompreensível, é de lamentar, pelo tempo que os serviços da EDP têm conhecimento não só da câmara municipal de S. João da Madeira em tempo útil, como por um dos moradores, por ser zona habitacional, que se deslocou aos serviços da EDP em Santa Maria da Feira a 16/06/2017 a dar conta da situação que hoje ainda está por resolver.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui