É já amanhã, sexta-feira, que arranca a terceira edição do Hat Weekend em S. João da Madeira (SJM). Ao longo de três dias, de 19 a 21 de julho, a cidade acolhe mais um Festival do Chapéu com dezenas de propostas para todos os públicos que, da música à performance ou das artes visuais à magia, atualizam a história daquele que é o símbolo máximo de SJM: o chapéu. A entrada é livre.

Este ano, para além do alargamento do horário de funcionamento (ver caixa), a extensão do evento a outros locais da cidade é também uma das novidades. Instalações criadas por diferentes comunidades locais, residências artísticas construídas por artistas urbanos e ilustradores com o envolvimento da população, exposições urbanas, espetáculos e performances de magia, teatro, dança, música e circo de rua, performances imersivas e animação de rua, arruadas e cinema vão ocupar as ruas de S. João da Madeira, tendo como focos centrais a Praça Luís Ribeiro e o Museu da Chapelaria. Também o Centro Comercial 8ª Avenida se associa a esta festa organizada pelo Município em homenagem à indústria chapeleira. 

“Lúmen – Uma História de Amor”, Ondamarela e Cinematógrafo entre os destaques da programação

Logo a abrir o Hat Weekend, no dia 19, temos a inauguração do Labirinto Sensorial – Fundição de Memórias II, da Associação de Jovens Ecos Urbanos, no Museu da Chapelaria, pelas 19h00, seguindo-se, às 20h00, um outro ato inaugural, desta feita, da obra da autoria do artista Jonathan Calugi (Itália) inserida no Circuito de Arte Urbana comissariado pelo Canal 180. Este último tem lugar na Rua Padre António Oliveira, mais conhecida pela “rua dos bares”. Já a noite vai ser, no mínimo mágica, com um espetáculo inédito do jovem ilusionista português Mário Daniel (ver texto nesta edição).

Do vasto e diversificado programa destaca-se, por exemplo, “Lúmen – Uma História de Amor”, um espetáculo multidisciplinar, magnífico e majestoso, desenvolvido com recurso a marionetas de grande dimensão, uma banda sonora original e uma componente de vídeo mapping, que vai contar com a participação da Banda de Música de S. João da Madeira e de voluntários da comunidade sanjoanense, envolvendo cerca de 80 participantes. Trata-se de um elogio à história da chapelaria de S. João da Madeira, um património identitário que cumpre preservar e divulgar à sociedade, iluminando a noite através de uma narrativa musical e de movimento onde todos os que assistem também participam.

A performance tem início às 22h00 de sábado junto ao Museu da Chapelaria, prosseguindo pela cidade em forma de deambulação até à primeira estação, na Praça Luís Ribeiro, local de um primeiro momento simbólico reunindo antigos chapeleiros e novas gerações. Segue-se, depois, para a segunda e última estação, na Praça 25 de Abril, em frente à Casa da Criatividade.

Já no início da noite de domingo, a partir das 20h15, na Praça Luís Ribeiro, a animação está a cargo do coletivo do Porto Ondamarela, o qual encontra nas pessoas e nos lugares a inspiração para o desenvolvimento de projetos artísticos, sociais e educativos.

Mas os destaques não se quedam por aqui. De igual modo, neste Hat Weekend, a estrutura Ondamarela propõe-se a criar um projeto artístico, formado a partir do trabalho desenvolvido com as comunidades locais, musicais e outras, capaz de apresentar uma performance única e irrepetível.

Durante o festival, explorando o objeto “chapéu” e a representação de época, o Cinematógrafo vai apresentar, no “parque da PT”, na Rua Padre António Oliveira, uma seleção de icónicos filmes e curtas-metragens de época, com realização nacional e estrangeira, que fará as delícias de todos. Este espaço vai, igualmente, oferecer diferentes propostas gastronómicas promovidas por empresas nacionais.

Ainda no que diz respeito à programação, nota ainda paraa dança contemporânea com dois espetáculos de rua premiados da artista espanhola Pepa Cases; o manipulador de chapéus Guillermo Leon, que já atuou com o Cirque du Soleil; diversos projetos de animação de rua da associação MUDA’TE; a atuação dos Kumpania Algazarra, do italiano GALiRò; Hat Party, pela noite dentro, com a participação de DJ’s.

Mais informações em www.hatweekend.com.

 

Horário de Funcionamento 

Sexta-feira:19h00 – 2h00

Sábado:11h30 – 2h00

Domingo:11h30 – 22h00

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui