“Vem dar a dignidade devida à Polícia de Segurança Pública”, considerou o comissário Hélder Andrade ao labor

 

A informação de que “estão reservados 20 milhões de euros para modernizar esquadras da PSP na Área Metropolitana do Porto” foi avançada pelo Jornal de Notícias no dia 17 de julho.

As esquadras de Vila do Conde, Gaia, Maia, Matosinhos, Espinho, Valongo e S. João da Madeira vão ser alvo de investimento até 2021, segundo a mesma fonte.

“Um mapeamento de investimentos prioritários onde tem alocado verba para a esquadra da PSP de S. João da Madeira” foi decidido numa reunião da Área Metropolitana do Porto realizada a 9 de julho no Porto com a equipa da Administração Interna, confirmou Jorge Sequeira, presidente da câmara sanjoanense, ao nosso semanário.

“O investimento previsto para a Esquadra da PSP de S. João da Madeira é de 400.000 euros, para a reabilitação das instalações atuais”, revelou o engenheiro Mário Rui Soares, primeiro secretário da Área Metropolitana do Porto, depois do pedido de informação enviado pelo labor.

Para já, a Área Metropolitana do Porto “ainda não dispõe da informação sobre a data da assinatura do contrato e do início da obra”, informou Mário Rui Soares.

O comissário da PSP sanjoanense, Hélder Andrade, tinha conhecimento de que haveria um investimento da Administração Interna nas esquadras da PSP e da GNR, mas ainda não tinha conhecimento desta informação quando foi contactado esta terça-feira pelo labor.

“De certa forma não precisamos de uma esquadra nova, mas que haja renovações”, assumiu Hélder Andrade, adiantando que “ao que tudo indica esta semana a esquadra terá deslocações técnicas para averiguar melhorias”.

Entretanto “vamos aguardar serenamente” até ao momento de oficialização e início da modernização da esquadra da PSP sanjoanense, admitiu o comissário.

A reação a esta “boa notícia só pode ser positiva” porque é “sempre bom para S. João da Madeira” e “vem dar a dignidade devida à Polícia de Segurança Pública”, considerou Hélder Andrade ao labor.

A primeira intervenção está prevista para Vila do Conde que receberá três milhões de euros para construção da nova sede da Divisão da PSP, cidade onde Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, assinou o contrato para dar início ao processo de lançamento de concurso desta obra que deverá começar no início de 2020 e terá duração de dois anos, conforme avançou o Jornal de Notícias.

De acordo com o mesmo diário, Eduardo Cabrita assegurou que a modernização é “para continuar”, divulgou que nos últimos quatro anos “chegaram 2.200 novos agentes à PSP” e anunciou que “este ano PSP e GNR terão 700 viaturas”.

 

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui