O logo será ontem/amanhã!

Veloz corre o tempo que paira no espaço,

Partículas de pó, de uma matéria vã,

Essência da vida em espirais sem compasso…

O ar que se move em nuvens transparentes,

O vento que não sopra, apenas nos afaga,

A brisa que passa e roça pelas gentes,

E deixa a carícia que logo se apaga.

O tempo sem tempo existe e não se vê

Deixa sua marca que fica gravada,

Marca imperecível, ferrete onde se lê;

Destino de quem corre à desfilada…

Tempo e espaço quem os separará?

Gémeos nascidos de um ventre astral,

Paridos ao acaso de um “Ao Deus dará”,

O sonho de algo de um fim sem final…

Esta a ilusão, que nos alimenta,

Que vive connosco consome a razão,

Princípios sem fim, a nossa tormenta,

O nada a querer, ser sim, mas é não.

DR

Flores Santos Leite

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui