Projeto HUB Station é a grande novidade da edição deste ano, que decorre de 18 a 21 de setembro na Praça Luís Ribeiro 

Sob o mote “O mundo de todos na sua diversidade”, está quase aí mais uma Semana da Juventude de S. João da Madeira. Entre 18 e 21 de setembro, a cidade acolhe a 21.ª edição desta iniciativa organizada pela Associação de Jovens Ecos Urbanos em parceria com a autarquia e que, em 2019, volta a ter a Praça Luís Ribeiro como palco principal.

Todas as atividades são gratuitas e vão acontecer ao longo dos quatro dias, conectadas com o HUB Station, que é, digamos assim, a grande novidade deste ano e que resulta de uma colaboração entre a Associação Internacional Improvise and Organize e a Ecos Urbanos. Falamos de um projeto de arte efémera que, como a organização explica no dossier de imprensa que enviou ao labor, consiste na construção de cinco estruturas de médio porte que serão parcialmente habitadas por artistas e público em simultâneo, promovendo interação entre arte, público e cidade.

“HUB é o termo inglês para concentrador, o processo pelo qual se transmite ou difunde determinada informação, tendo como principal característica o facto de a mesma informação ser enviada para muitos recetores ao mesmo tempo”, refere a nota informativa, acrescentando: “A ideia é refletir sobre as dinâmicas urbanas de transformação, pela implementação de estruturas habitáveis, no território central da cidade, focando na permanência temporal dos públicos”.

Semana da Juventude “começa” amanhã “em contexto de residência artística” 

Embora só decorra entre os dias 18 e 21, a Semana da Juventude começa já amanhã, sexta-feira, “em contexto de residência artística”, tendo em vista a realização de dois espetáculos na noite de 18 de setembro. Um deles é uma performance aérea, com Paulina Almeida e os jovens da Oficina de Artistas da Associação de Jovens Ecos Urbanos, onde os participantes são desafiados a escrever textos a partir da observação da cidade, desde a torre central do Centro Comercial Parque América. Destes textos irá nascer “Hight Clouds”, com início às 21h30, que falará dos desafios de crescer na cidade e no mundo.

Envolvendo igualmente jovens sanjoanenses e com começo previsto para as 22h00, o segundo espetáculo – “22’’ à Hora” – resulta de outra residência artística. Em ligação ao concerto do seu projeto a solo, Patrícia Lestre propõe uma atividade pedagógica no seio da cidade que a acolhe. Tem como intuito criar uma apresentação de 20 a 30 minutos de um encontro de talentos artísticos residentes (música, dança, teatro, desenho, poesia, etc.) com idades entre 18 e 25 anos. Comunicação, intuição, improvisação e criação coletiva são a base pedagógica desta residência.

Quinta-feira é dia de cinema ao ar livre

Quinta-feira, 19 de setembro, é dedicada ao cinema ao ar livre, contando, a partir das 21h30, com a estreia do Labirinto do Tempo, documentário acerca do projeto comunitário Fundição de Memórias 2, que a Associação Ecos Urbanos desenvolveu para o último Hat Weekend Festival, da autoria de Vanessa Fernandes e de Francisco Barros. Segue-se, às 22h00, a comédia insólita “Diamantino” sobre “um jogador da bola que faz lembrar alguém”, que é fruto de uma parceria com o Cine S. João. E, por último, às 23h00, é exibida “A Ver o Mar”, de Ana Oliveira e André Puertas, uma curta sobre o silêncio, o mar como pano de fundo, o mar como lugar de afetos.

22.º Aniversário da Associação Ecos Urbanos celebrado com um arraial 

Sexta-feira é dia de arraial e do 22.º aniversário da Ecos Urbanos, sendo que, depois das 20h00, “a sugestão é para rumarem à Praça logo depois do trabalho ou da escola”.

DR

Por falar em arraial, trata-se de algo que “já fizemos há uns anos”, como lembrou a presidente da direção, Rita Pereira, ao nosso jornal, e que agora repescaram e vão trazer para a Praça Luís Ribeiro. Recorde-se que o último teve lugar na Oliva.

Nessa noite a animação está garantida com comida, dança e música. A artista sanjoanense Patrícia Lestre vai atuar, trazendo com ela convidados surpresa, e Von X e Daniela Castro e Eduardo Carvalho também vão marcar presença, garantindo bailarico ate às tantas.

Já no sábado, o rapper Yuzi, bem conhecido dos mais jovens, é cabeça de cartaz. O seu concerto está marcado para as 23h00.

Mais informações em www.ecosurbanos.pte/ou www.cm-sjm.pt, bem como nas páginas do Facebook das duas entidades organizadoras.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui