“Pretendemos mostrar que há potencial para a aplicação da ilustração em produtos”, revelou Helena Couto

O Encontro Internacional de Ilustração regressa de 17 a 21 de outubro a S. João da Madeira.

Nesta que é a 12.ª edição do encontro, o tema “tempo” levou à união entre os sapatos e a ilustração.

A novidade foi dada por Helena Couto, presidente da Junta de Freguesia de S. João da Madeira, responsável pela organização, durante uma conferência de imprensa sobre o evento realizada no dia 6 de setembro nos Paços da Cultura.

Depois de ter sido ponderada a ilustração sobre o tema “trabalho” de Cláudia Guerreiro, vencedora do encontro do ano passado, para que fosse aplicada ao par de sapatos, pesou o facto de ter de ser uma ilustração que ficaria melhor adaptada a um par de sapatos. E aí coube a Helena Couto escolher uma das ilustrações finalistas da edição anterior. A escolhida acabou por ser a de Ana Rita Robalo. A única condição imposta pela presidente da junta foi que a ilustração escolhida “deveria de ser portuguesa. Dentro das selecionadas, esta era a que se poderia aplicar melhor nestes sapatos”, disse Helena Couto.

DF

Devido a esta nova vertente do encontro, uma vertente comercial, “acredito que no futuro as pessoas poderão fazer desenhos diferentes”, considerou a autarca. E assim é dado mais um passo para atingir aquilo que tem sido um desígnio por parte da junta de freguesia para este encontro, a autossustentabilidade. “Sempre tentamos envolver cada vez mais as empresas de forma a que este encontro seja autossustentável. Um trabalho que vai ser feito aos poucos”, admitiu Helena Couto, destacando a parceria estabelecida com a empresa de calçado sanjoanense Evereste que aceitou adaptar a um dos seus modelos de sapatos unissexo a ilustração de Ana Rita Robalo.

Os lucros deste negócio vão reverter apenas para a empresa e para a ilustradora. “Não temos interesse absolutamente nenhum no negócio porque não é para nós um negócio, apenas queremos mostrar que pode ser um negócio”, esclareceu a autarca.

Nesta primeira fase, a junta de freguesia investiu em 10 pares de sapatos que terão um custo de cerca de 100 euros e estarão à venda no Encontro Internacional de Ilustração. Depois da apresentação do produto no encontro, a ideia é produzir mais 40 ou 50 pares no máximo desta que será uma edição limitada. Nesta segunda fase, os sapatos vão ser vendidos a preço de mercado.

“Pretendemos mostrar que há potencial para a aplicação da ilustração em produtos”, revelou Helena Couto, adiantando a intenção de criar um concurso em que os empresários podem concorrer para que as ilustrações sejam adaptadas aos seus produtos.

119 candidaturas de 10 países

A 12.ª edição do Encontro Internacional de Ilustração atingiu “um recorde” de 119 candidaturas, que equivalem a 238 obras, uma vez que cada concorrente tem de apresentar duas ilustrações.

Das 119 candidaturas, 69 foram de Portugal, 23 de Espanha, 12 do Brasil, cinco da Argentina, quatro de Itália, quatro do México, uma do Chile, uma da Lituânia, uma da Rússia e uma da Ucrânia.

As 238 ilustrações foram avaliadas a 21 de agosto pelo júri constituído por Alberto Bulhosa, André Letria, Francisco Vaz Silva, Santy Gutiérrez e Sofia Neto e selecionadas apenas 50 obras de 25 finalistas. Entre os finalistas estão 13 ilustradores portugueses, sete espanhóis, dois argentinos e um mexicano.

A Bulhosas é a empresa que vai patrocinar o primeiro prémio do vencedor da 12.ª edição do Encontro Internacional de Ilustração, tendo sido a empresa Armando Silva na edição anterior, e os restantes prémios pela Viarco. Daí Alberto Bulhosa integrar o júri do concurso deste ano. Os restantes elementos são André Letria, ilustrador, Francisco Vaz da Silva, editor e dono de uma livraria especializada em ilustração, Santy Gutiérrez, ilustrador, presidente da Associação Galega de Profissionais da Ilustração (AGPI) em representação da FADIP que é a entidade que agrupa todas as associações de ilustradores profissionais de Espanha, e Sofia Neto, ilustradora sanjoanense ligada ao encontro.

Associação de Ilustradores Portugueses a caminho?

No momento em que Helena Couto deu a conhecer a instituição convidada, FADIP, divulgou a intenção de impulsionar a criação de uma associação de ilustradores portugueses, revelando que só em Espanha existem quatro associações de ilustradores.  Para começar, a junta de freguesia vai dar “um primeiro passo” nesse sentido ao criar uma base de dados no site do encontro, à qual as pessoas se devem associar e depois quem sabe criar a associação, confidenciou Helena Couto.

50 Ilustrações sobre o “tempo”

As exposições com ilustrações do encontro vão ser inauguradas no dia 19 de setembro na Torre da Oliva.

Uma das exposições vai apresentar 50 ilustrações dos 25 finalistas da edição deste ano, outra 25 obras de ilustradores Espanhóis da Associação de Ilustradores da Galícia e uma terceira as obras de Cláudia Guerreiro que venceu o encontro de 2018.

O concurso das escolas é exclusivo para alunos dos agrupamentos de escolas sanjoanenses, desde o pré-escolar ao secundário, que podem entregar as suas ilustrações até ao dia 14 de outubro.

O programa do encontro ainda não está fechado, mas é certa a existência de muitas atividades como workshops dos ilustradores convidados, uma Feira da Ilustração, oficinas gratuitas, conferências, exposição com trabalhos das escolas, apresentação de livros e sessões de autógrafos, um concerto ilustrado e uma livraria ilustrada com Francisco Vaz Silva.

Esta edição tem um orçamento de 25 mil euros, em que quatro mil são suportados pela câmara municipal à semelhança do ano anterior.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui