AD Sanjoanense, 1 – HC Liceo (Espanha), 4

AD Sanjoanense: Marco Lopes, Alex Mount, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, José Almeida, Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, João Cruz, Pedro Rego, Facundo Navarro.

Treinador: Vítor Pereira.

HC Liceo: Carles Grau, Martin Rodriguez, Franco Platero, Roberto Di Benedetto, Maxi Oruste, Bruno Benedetto, David Torres, Facundo Bridge, Fabrizio Ciocale, Marc Grau.

Treinador: Juan Copa Quiroga.

Marcha do marcador: 0-1 por Maxi Oruste (LD 15’). 0-2 por David Torres (23’), 0-3 por Franco Platero (LD 39’), 0-4 por Maxi Oruste (43’), 1-4 por Facundo Navarro (LD 43’).

Faltas AD Sanjoanense, 14 | HC Liceo, 18.

A Sanjoanense perdeu (1-4), no último domingo, no jogo particular com o HC Liceo, de Espanha, encontro que serviu para a apresentação oficial da equipa aos sócios e adeptos alvinegros. E com apenas uma semana de trabalho, os homens de Vítor Pereira deixaram boas indicações para o exigente campeonato que se aproxima, frente a um dos clubes que em outubro inicia a sua caminhada na Liga Europeia.

Não se esperavam facilidades diante de um dos candidatos ao título da principal competição espanhola e o início do encontro demonstrou isso mesmo, com a Sanjoanense a deparar-se com algumas dificuldades para ultrapassar a defensiva do HC Liceo, que por várias vezes deixou em sobressalto os homens da casa.

Se no capítulo ofensivo a Sanjoanense encontrou alguns obstáculos para ultrapassar a defensiva do HC Liceo, já os espanhóis iam chegando com perigo à baliza alvinegra. E depois de várias ameaças, com Marco Lopes e Tiago Freitas a responderem à altura, os visitantes acabariam por inaugurar o marcador a 10 minutos do intervalo, por intermédio de Maxi Oruste, na cobrança de um livre.

Os alvinegros não se intimidaram e reagiram e até podiam ter chegado à igualdade pouco depois, mas se Xavier Cardoso, isolado, não conseguiu bater o guardião espanhol, João Lima não foi mais feliz ao ver um forte remate travado pelo ferro da baliza.

Com o encontro já perto do intervalo, a formação da Corunha dilata a vantagem com David Torres a apontar o segundo.

Na segunda parte os alvinegros entraram com vontade de reduzir e João Cruz ainda assustou com uma sticada ao ferro, mas Franco Platero, de livre direto, desta vez a castigar a décima falta da Sanjoanense, complicou as contas com o terceiro a pouco mais de 10 minutos do fim.

Pouco depois Maxi Oruste ampliava ainda mais a vantagem, que Facundo Navarro ainda conseguiu reduzir de livre direto, encerrando a contagem.

Este foi o primeiro e único jogo de preparação em casa da Sanjoanense, que tem ainda mais sete encontros de pré-época agendados. O Campeonato Nacional da 1.ª Divisão arranca a 12 de outubro, com os alvinegros a deslocarem-se a Lisboa, na jornada inaugural, para defrontar o Benfica.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui