A terceira edição do Prémio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos “Óscar Arnulfo Romero” reconheceu o Agrupamento de Escolas João da Silva Correia como vencedor nacional (escalão A), pelo que a sua coordenadora estará presente no México, em novembro próximo, onde será divulgado o prémio final.

Nesta altura, as experiências vencedoras em cada país serão escolhidas por um júri de nível regional (fase internacional) e os vencedores receberão 5.000 dólares para investir nas iniciativas apresentadas.

O principal objetivo deste concurso, promovido pela Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura (OEI) e pela Fundação SM, com a colaboração do Ministério da Educação e da Comissão Nacional da UNESCO, é promover projetos de promoção de valores de tolerância e de capacitação de jovens para intervir em contextos de exclusão.

O projeto “Por um mundo mais tolerante” é “uma experiência que está a ser desenvolvida em contexto curricular e extracurricular, sendo uma parceria entre projetos, clubes e bibliotecas escolares do Agrupamento João da Silva Correia e procura desenvolver valores de tolerância, respeito pela diferença, amizade/afetos, inclusão, combate à discriminação, defesa da igualdade de género e promoção da paz através de atividades múltiplas”, informou o próprio agrupamento de escolas ao labor.

De entre estas atividades, destacou a elaboração do mural pela tolerância com a participação do artista Diego Manjate, as representações teatrais, nomeadamente peças de teatro criadas pelo clube de teatro, o Festival de Música pela Tolerância, o musical “Entre dois mundos” com texto, músicas e encenação originais, as  palestras/tertúlias, as partilhas de livros e leituras, as oficinas de escrita criativa que resultaram numa manta de retalhos com textos sobre os afetos e num ebook com textos sobre a paz e a discriminação racial, os intercâmbios com escolas estrangeiras e as viagens culturais, nomeadamente a Auschwitz.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui