Créditos: CD Trofense

CD Trofense, 0 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Estádio do Clube Desportivo Trofense.

Árbitro: Carlos Macedo (AF Braga).

CD Trofense: Pedro Soares, Miguel Pereira, Pedro Santos, Moka, Rui Faria, Pedro Rodrigues, Rui Miguel (Yohan Miranda, 46’), Ivo Lemos, Grinood Costa (Angola, 46’), Bruno Morais, Leandro Borges (Andres Moreno, 81’).

Suplentes: Luís Monteiro, Miguel Ângelo, Materazzi, Aboubakar Njoya, Yohan Miranda, Angola, Andrés Moreno.

Treinador: Peçanha.

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Gil Barros, Rúben, Godinho, Daniel, George (Barbosa, 18’), Ricardo, Juninho (Elisson, 58’), Marcílio (Ibrahim, 54’), Elder Santana, Edson.

Suplentes: Mota, Almeida, Jota, Ibrahim, Barbosa, Elisson, Bruno Amorim.

Treinador: Sérgio Machado.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Santos (41’), Gil Barros (59’), Daniel (66’), Rui Faria (73’), Yohan Miranda (84’), Bruno Morais (86’), Andrés Moreno (89’).

A Sanjoanense não foi além de um empate sem golos na deslocação à Trofa, interrompendo, assim, uma série de quatro vitórias consecutivas, três das quais em jogos do Campeonato de Portugal.

Frente a um adversário que ainda não somou qualquer vitória em casa esta época em jogos oficiais e que entrou na partida inserido nos lugares de despromoção, os alvinegros procuraram chegar ao golo e durante a primeira parte conseguiram algum ascendente, mas sem criar grandes situações de perigo, pelo que ao intervalo o nulo persistia no marcador.

No regresso dos balneários esperava-se uma maior reação por parte dos homens de Sérgio Machado, mas os visitantes acusaram algum desgaste físico e diminuíram a intensidade do jogo, situação aproveitada pelo Trofense para conseguir algum ascendente.

Com o jogo dividido e sem alterações no resultado, nos últimos minutos da partida os locais aumentaram a velocidade e a pressão e por várias vezes chegaram com algum perigo à baliza à guarda de Diogo Almeida, mas o empate acabaria por se manter até ao final da partida, onde um dos elementos no banco do Trofense acabou por ver ordem de expulsão após protestos num lance em que reclamavam grande penalidade.

O campeonato sofre agora uma breve paragem para a realização da segunda eliminatória da Taça de Portugal, com a Sanjoanense a receber, pelas 15h00, o SC Ideal, formação da Ribeira Grande, de S. Miguel, que compete na Série C do Campeonato de Portugal.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui