Vítima “está consciente, com sinais estáveis e já foi transferida para os cuidados intensivos da Feira, onde enfrenta uma recuperação lenta”, confirmou um familiar ao labor

 

Um atropelamento ocorrido no dia 25 de setembro, por volta das 16h50, na Rua Oliveira Júnior, resultou num ferido grave.

A vítima é uma mulher de 63 anos que sofreu um traumatismo crânio encefálico, tendo sido transportada para o Hospital Santos Silva em Vila Nova de Gaia, confirmou Normando Oliveira, comandante dos Bombeiros Voluntários, ao labor.

No local da ocorrência também esteve a PSP cujo comissário, Hélder Andrade, esclareceu que “o atropelamento foi fora da passadeira”, sendo esta informação corroborada por uma testemunha, e revelou que “os testes de despistagem de álcool ou drogas ao condutor da viatura deram negativo”.

Depois ter sido “deslocada para o Hospital Santos Silva devido ao traumatismo crânio encefálico, em coma induzido”, a vítima “está consciente, com sinais estáveis e já foi transferida para os cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria da Feira, onde enfrenta uma recuperação lenta”, confirmou um familiar ao labor.

“Sinalização” e “passadeira elevatória”

Em conversa com o nosso jornal, o familiar da vítima revelou já ter avisado esta e a câmara anterior sobre a necessidade de ser colocada “sinalização” e “uma passadeira elevatória” naquele troço da Rua Oliveira Júnior para “acabar com o excesso de velocidade” e para “melhorar a mobilidade” de pessoas que tenham dificuldades.

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui