Créditos: António Anacleto

SL Benfica, 3 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Pavilhão Fidelidade, no Estádio da Luz, Lisboa.

Árbitros: João Duarte (Lisboa) e João Martins (Alentejo).

SL Benfica: Pedro Henriques, Valter Neves, Diogo Rafel, Jordi Adroher, Miguel Vieira, Marco Barros, Albert Casanovas, Eduard Lamas, Lucas Ordonêz, Gonçalo Pinto.

Treinador: Alejandro Dominguez.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, Alex Mount, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Cerqueira, Marco Lopes, João Cruz, Pedro Rego, Facundo Navarro, José Almeida.

Treinador: Vítor Pereira.

Ação disciplinar: Cartão azul para Facundo Navarro (21’), Pedro Henriques (38’).

Marcha do marcador: 1-0 por Diogo Rafael (40’’ gp), 2-0 por Jordi Adroher (21’), 3-0 por Lucas Ordoñez (42’).

Ao intervalo: 2-0.

Faltas: SL Benfica, 9 | AD Sanjoanense, 8.

A Sanjoanense cedeu na jornada inaugural, que marcou o regresso dos alvinegros ao escalão principal do hóquei em patins nacional. Frente ao Benfica, não se esperava um jogo fácil para os homens de Vítor Pereira e os encarnados não demoraram a confirmar o favoritismo, com Diogo Rafael a inaugural o marcador logo aos 40 segundos na sequência de uma grande penalidade.

O domínio pertencia ao Benfica, que anulava sem grande dificuldade as investidas da Sanjoanense que, ainda assim, não desistia de procurar o golo. Aos 9 minutos Alex Mount esteve perto quando, a passe de João Lima, e na cara de João Henriques, falhou o desvio para o fundo das redes. Pedro Cerqueira, pouco depois, também podia ter criado perigo, mas não conseguiu dominar a bola junto à baliza encarnada.

Com a Sanjoanense mais coesa e fechada era, no entanto, a equipa da Luz que continuava a pressionar e a 9 minutos do intervalo teve uma excelente oportunidade para ampliar a vantagem, mas Albert Casanovas não conseguiu converter mais uma grande penalidade.

Mas o segundo do Benfica acabaria por surgir a poucos minutos do intervalo e, mais uma vez, de bola parada com Jordi Adroher a converter um livre direto assinalado após uma falta que resultou num cartão azul a Facudo Navarro.

Na segunda parte a partida esteve mais equilibrada e a 13 minutos do fim Pedro Cerqueira poderia ter reduzido de grande penalidade, mas Marco Barros, que entrou para o lugar de Pedro Henriques, que saiu após azul, negou o golo ao homem da Sanjoanense. A jogar em powerplay os alvinegros tentavam chegar ao golo, mas seria o Benfica, a 8 minutos do final, a fechar a contagem com Lucas Ordoñez a apontar o terceiro dos encarnados, que só não venceram por mais graças à excelente exibição do guardião Tiago Freitas.

No próximo dia 18 de outubro a Sanjoanense recebe, pelas 18h00, o HC Turquel.

Agenda
Sub15
Sanjoanense C-Sanjoanense
Dia 18, às 21h30, Pavilhão ADS
Seniores
Sanjoanense-HC Turquel
Dia 19, às 17h30, Pavilhão ADS
Seniores femininos
CR Antes-Sanjoanense
Dia 19, às 18h00, Pavilhão Ventosa Bairro
Sub23
CA Feira-Sanjoanense
Dia 19, às 18h30, Feira
Sub17
Sanjoanense-HC Mealhada
Dia 19, às 15h00, Pavilhão ADS
Sub11
Sanjoanense B-C. Albergaria
Dia 19, às 09h30, Pavilhão ADS
Sub19
Sanjoanense-AA Coimbra
Dia 20, às 17h00, Pavilhão ADS
Sub15
Sanjoanense B-CENAP
Dia 20, às 11h30, Pavilhão ADS
Oliveirense-Sanjoanense
Dia 20, às 11h15, Ol. Azeméis
Sub13
Sanjoanense-HC Viseu
Dia 20, às 10h00, Pavilhão ADS
Sub09
Sanjoanense B-C. Albergaria
Dia 20, às 15h00, Pavilhão ADS
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui