ADRAV 3 – Nariz, 1

ADRAV: Tiago Tavares, Serginho, Carlos Rocha (Pedro Nuno, 15’), Pedro Castro, Brunito, Tiago Santos (cap.), Márcio, Joca, Marcelo Sales, Hugo Barros (Caio, 70’), Hugo Barraca (Tiago Marques, 65’).

Suplentes: Hugo Tavares, Pedro Nuno, Caio, Tiago Marques.

Treinador: Justino Marques.

No primeiro jogo em casa, a ADRAV teve pela frente um adversário que, face à classificação das últimas épocas, teoricamente, não deveria colocar grandes dificuldades ao conjunto de S. João da Madeira, mas a partida, que terminou com a vitória dos locais, nem sempre foi fácil, e a lesão de Carlos Rocha, perto do primeiro quarto de hora, também não ajudou.

Ainda assim, foi a ADRAV que entrou melhor e apesar do domínio ao longo dos primeiros 40 minutos de jogo os homens de Justino Marques não conseguiram inaugurar o marcador. E foram várias as situações de golo criadas, como Hugo Barros a ser um dos principais protagonistas, mas o avançado revelou muita precipitação e desacerto na hora da finalização, não conseguindo colocar a ADRAV em vantagem, que ainda teve uma bola a embater, com estrondo, na trave da baliza contrária, resultado de um livre direto apontado por Pedro Nuno.

Insatisfeito com a prestação do conjunto, Justino Marques aproveitou o descanso para “abanar” a equipa e na segunda parte os locais entraram mais ativos e objetivos na luta pelo golo e Márcio foi um dos primeiros a procurar materializar esse desejo com um remate forte de meia distância que, mais uma vez, levou a bola à trave. Não satisfeito com o desfecho do lance anterior, Márcio insistiu e inaugura o marcador de seguida na sequência de um canto direto.

A ADRAV parecia no caminho certo e a vitória no horizonte, mas poucos minutos depois uma desatenção defensiva dos locais permitia que o Nariz chegasse à igualdade. Com tudo novamente em aberto, os homens de S. João da Madeira mostraram maturidade e partiram novamente à procura da vitória e seria Hugo Barraca, após uma falha do guardião forasteiro, a apontar o segundo da ADRAV. Marcelo Sales, depois de vários lances desperdiçados, também inscreveu o nome na lista de marcadores com o terceiro dos locais.

Numa das poucas oportunidades dos visitantes, Tiago Tavares mostrou-se atento negando o golo com uma excelente defesa.

No próximo sábado o Centro de Formação Desportiva recebe um dérbi com o jogo entre a ADRAV e Real Sociedade da Praça, agendado para as 17h00.

Créditos: Direitos Reservados

Márcio foi o homem do jogo

Márcio foi o jogador mais inconformado da ADRAV, lutando do primeiro ao último minuto da partida. Dono de uma capacidade física impressionante, o atleta esteve demolidor a defender e foi asfixiante e veloz no ataque. Márcio galvanizou e indicou aos colegas o melhor caminho para alcançar esta importante vitória.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui