Depois das rotundas de Sanfins e de Escapães, já se pode circular na que está a ser construída no cruzamento com a Rua da Gândara que dá acesso à superfície comercial Recheio – Cash and Carry. Esta última terça-feira, a terceira rotunda da empreitada de requalificação da Estrada Nacional (EN) 223, junto ao “Recheio”, cujo início de construção se atrasou por necessidade de novas negociações entre as partes envolvidas (o grupo Recheio, o proprietário do terreno e a Infraestruturas de Portugal), como o labor noticiou oportunamente, já foi aberta ao público. Mas, para já, “de forma provisória”, uma vez que “ainda andamos em trabalhos”, avisou António Oliveira, o engenheiro responsável pela reabilitação do troço de cerca seis quilómetros entre Arrifana e Santa Maria da Feira, acrescentando que “se o tempo permitir” a obra estará concluída dentro de “duas, três semanas”.

Conclusão da reabilitação da EN223 prevista para “finais de janeiro”

Já a conclusão total da requalificação da EN223 está prevista para “finais de janeiro” próximo. Até lá, e dependendo do estado do tempo, a empresa Construções Carlos Pinho, Lda. vai “continuar com as pavimentações do troço” e também vai proceder ao arranjo paisagístico das três rotundas.

Representando um investimento governamental de dois milhões e 65 mil euros (cerca de um milhão de euros em pavimentação e 600 mil euros “em obras acessórias”), a empreitada em causa consiste na reabilitação estrutural do pavimento; reformulação das intersecções aos km 17,65, 18,100 e 18,950, através da construção de três rotundas; requalificação dos sistemas de drenagem; renovação, readaptação da sinalização horizontal, vertical e dos equipamentos de segurança; iluminação pública nas novas rotundas; barreiras acústicas; e trabalhos de integração paisagística. A ideia é melhorar as condições de segurança e acessibilidade.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here