Em eventos ligados à indústria do calçado, pele e madeira

 

A Maquishoes – Feira de Máquinas, Tecnologia e Acessórios para a Indústria do Calçado, a Expocouro – Feira Internacional da Pele e a FIMAP – Feira Internacional de Máquinas, Acessórios e Serviços para a Indústria da Madeira receberam mais de cinco mil visitantes de 7 a 9 de novembro na Exponor.

As cerca de 120 empresas e mais de 5.000 profissionais dos setores associados aos três eventos – calçado, pele e madeira – apresentaram inovações tecnológicas, desenvolveram a concretização de negócios e refletiram sobre um futuro mais sustentável.

Entre as empresas presentes nas três feiras estiveram oito empresas de S. João da Madeira. A saber Optima, Lda., na FIMAP, Cipade – Indústria e Investigação de Produtos Adesivos, Unipessoal, Lda., Luso-Comelz, Oficinaware – Informática, Lda., Plaquicouro, Lda., Rokefil, Lda., Filsecom, Lda., e Tecmacal – Equipamentos Industriais, S.A., na Maquishoes e na Expocouro.

A Rokefil tem 20 anos e tem participado em todas as exposições. “A participação tem compensado até hoje. Por isso, a gente vai continuando”, afirmou Carlos Costa, dono da empresa sanjoanense, ao labor.

No mesmo stand estava a Filsecom que nasceu em 2017 fruto de uma relação de amizade de muitos anos entre Carlos Costa e Joaquim Ferreira. Esta parceria “vai ao encontro das duas empresas. A Rokefil tem uma parte de máquinas mais de corte e costura e a Filsecom mais para a montagem”. Assim, “as duas empresas têm um leque mais alargado de máquinas”, explicou o empresário Carlos Costa.

Já a Cipade participou durante muito tempo e depois de um interregno voltou a marcar presença na Exponor. Entre os produtos apresentados no stand da empresa, destaque para a Cipaqua que é “uma linha de colas de base aquosa para todo o tipo de processo de construção do calçado desde a parte de costura até à colagem da sola”, revelou Pedro Pinho, um dos acionistas da Cipade, ao labor.

Depois de vários anos dedicados ao desenvolvimento e melhoramento deste produto, “agora está pronto a ir para os clientes” e “quem tem testado tem sido muito positivo o feedback”, assegurou Pedro Pinho, adiantando que o seu lançamento será “em força a partir do próximo ano com uma embalagem própria”.

“Acho que devíamos de estar mais presentes em todas as exposições que digam respeito à melhoria da qualidade, da produtividade e das empresas”

O grupo Tecmacal esteve representado com as empresas – Tecmacal, Santos e Pires, Plaquicouro, Luso-Comelz e Óptima – que entendeu estarem relacionadas com os objetivos destas feiras. “As primeiras com os sapatos e a última com a madeira e com o mobiliário”, deu a conhecer Américo Santos, um dos sócios do grupo, ao labor.

Um dos fatores que distingue o grupo Tecmacal é a apresentação de produtos de “topo dos nossos fornecedores. Temos aqui máquinas muito interessantes, inovadoras e tentamos apresentar o melhor que há para responder ao setor do calçado”, indicou Américo Santos. “Temos um certame muito grande, enorme, como pode ver, onde temos a colaboração de parte dos nossos fornecedores e onde temos o máximo de tecnologia para oferecer às nossas fábricas que infelizmente parece que não estão cá”, mas “esperamos que venham”, manifestou o empresário sanjoanense.

“Acho que devíamos estar mais presentes em todas as exposições que digam respeito à melhoria da qualidade, da produtividade e das empresas”, considerou Américo Santos. “Nós estamos desde o primeiro dia e estaremos sempre porque faz parte da nossa obrigação estar presentes quando há uma exposição organizada e pública”, assumiu o empresário ao labor.

“O mais importante é que esta feira seja mais promovida até”

Para Paulo Trindade, um dos sócios da Luso-Comelz, é “importante estar presente nesta feira para mostrar algumas novidades ao cliente, sendo este o nosso principal trabalho que fazemos diariamente, mas o mais importante é que esta feira seja mais promovida até”. “Temos máquinas de corte de pele, de palmilhas, de couro, estamos no ramo do calçado, marroquinaria, automóvel, têxtil e temos as máquinas da pré-costura dessas indústrias”, deu a conhecer o empresário. “Temos também aqui uma novidade desde o início deste ano, na verdade desde o final do ano anterior, que é a impressão digital com nanotecnologia e que é um equipamento que permite fazer a decoração de qualquer superfície, ou seja, pele, vidro, madeira, metal, sapatos acabados e bolsas acabadas”, divulgou PauloTrindade ao labor.

A Oficinaware marcou presença para “apresentar a nova versão do Wingiic ( Software de Gestão industrial para o Setor do Calçado), novidades na área de Planeamento da Produção por via de Etiquetas RFID, uma solução de rastreamento do início da produção até às lojas e uma solução para Fotografia 360º de Modelos e Amostras para integração em catálogos integrados no nosso ERP ou na Web”, deu a conhecer Xavier Cardeiro.“Tivemos também à disposição demonstrações dos nossos softwares Webgiic, um portal de colaboração para parceiros de negócio; WinGCR, software para gestão do comércio retalhista;  WinCRM para gestão de oportunidades de negócio; Syslogistic para agilizar os processos logísticos e mobilidade no armazém; Agilplan software integrado para o Planeamento e o ActionViewer um software de monitorização da Produção para uma consciencialização dos ritmos de produção e atribuição de responsabilidades”, acrescentou o empresário. Para Xavier Cardeiro “é sempre positivo a presença neste tipo de eventos” em que clientes e potenciais visitantes“aproveitaram para ver de perto as novidades”.

Depois da 3ª Maquishoes – Feira de Máquinas, Tecnologia e Acessórios para a Indústria do Calçado, 20ª Expocouro – Feira Internacional da Pele e 20ª FIMAP – Feira Internacional de Máquinas, Acessórios e Serviços para a Indústria da Madeira em 2019, estes três eventos realizam-se novamente em 2021 na Exponor.

 

As Feiras em números

Cerca de 120 empresas

8 empresas sanjoanenses

Mais de 5.000 profissionais

Mais de 5.000 visitantes

3 eventos regressam em 2021

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui