DF

“Não conseguimos chegar a todas as questões ao mesmo tempo”, admitiu o presidente da câmara Jorge Sequeira

Os elementos da Associação de Moradores da Devesa Velha têm estado “menos vezes” e com “o guarda-chuva aberto” dentro das instalações, deu a conhecer a munícipe Carmezinda Santos, presidente da associação, durante a reunião de câmara.

Em causa estão as “infiltrações graves” nas instalações da Associação de Moradores da Devesa Velha. Este é “um local bom e bonito, mas não temos condições para fazer nada”, afirmou Carmezinda Santos, pedindo à câmara “ajuda o mais rápido possível pelo menos para o telhado” porque “gostávamos que aquilo estivesse aberto”.

“Como sabe já fizemos intervenção naquele espaço e na Devesa Velha”, começou por dizer o presidente da câmara, Jorge Sequeira, admitindo que “infelizmente não conseguimos chegar a todas as questões ao mesmo tempo”. “Temos de planear a obra e não é possível fazer tudo o que há para fazer ao mesmo tempo”, assumiu Jorge Sequeira, pedindo, por isso, “compreensão e paciência” aos munícipes.

Baldes cheios de água em várias divisões

A Associação de Moradores da Devesa Velha tem cerca de 30 sócios e está a gerir este espaço que é a da câmara municipal há cerca de 10 anos.

O labor visitou as instalações com Carmezinda Santos e de facto as infiltrações são evidentes. Encontrámos baldes cheios de água na receção, na sala de convívio, na cozinha e junto ao frigorifico. “A solução seria colocar placas novas”, afirmou Carmezinda Santos, apontando por mais do que uma vez para as infiltrações junto às lâmpadas devido “ao perigo”. Perante o pedido de compreensão por parte do presidente da câmara, Carmezinda Santos agradece a cimentação de uma parte exterior da Associação de Moradores da Devesa Velha, mas insiste na urgência de intervenção em relação às infiltrações. Se “este é um espaço que é deles porque é que não o têm estimado e bonito”, concluiu a presidente da associação ao labor.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui