A decorrer desde julho passado e com a sua conferência final marcada para 27 de novembro, o projeto “Paranhos Re.Circular Social” ambiciona combater as assimetrias sociais junto da população sénior, promovendo a economia circular na maior freguesia do concelho do Porto em termos populacionais, com mais de 44 mil habitantes.

“Num aglomerado populacional com estas características, nem sempre é fácil disponibilizar linhas de apoio dirigidas aos mais idosos, sendo, por isso, este um exemplo feliz de como é possível inovar aliando as melhores práticas de economia circular com soluções que permitem aos fregueses mais idosos e/ou debilitados em termos sócio-económicos melhorarem o seu dia-a-dia”, explica Pedro Fonseca Santos, o diretor de inovação da 2GO OUT Consulting, empresa sedeada na Sanjotec, em S. João da Madeira, que elaborou a candidatura e está a monitorizar o projeto, conforme refere nota de imprensa enviada ao labor.

Financiado pelo programa “JUNTAr”, do Fundo Ambiental, o “Paranhos Re.Circular Social” tem como promotor a junta de freguesia local. As atividades são organizadas em torno de três eixos de intervenção: a “Iniciativa Reparar Social” – um serviço de reparações domésticas, incluindo a reparação de equipamentos e mobiliário; a “Iniciativa Loja Social” – serviço de renovação de roupa em segunda mão e distribuição a famílias carenciadas; e “Iniciativa Zero Desperdício” – que se assume como reforço da capacidade de resposta social aliada ao reforço do combate ao desperdício alimentar.

De salientar ainda, como informa o comunicado, que no âmbito deste projeto decorrem nos dias 23 e 30 de novembro, entre as 10h00 e as 12h00, nas instalações da Junta de Freguesia de Paranhos, oficinas de pequenas reparações domésticas e de renovação de roupa em segunda mão, sendo que as primeiras oficinas estão integradas na Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2019 (EWWR)

“Paranhos Re.Circular Social” visa promover a economia circular, através da promoção do aumento do tempo de vida de equipamentos, mobiliário e vestuário e do combate ao desperdício alimentar, tendo como destinatários prioritários os idosos, com dificuldades económicas e/ou com mobilidade reduzida, assim como as famílias que se encontrem em situação de debilidade económica.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui