OC Barcelos, 9 – AD Sanjoanense, 5

Jogo no Pavilhão Municipal de Barcelos.

Árbitros: Pedro Figueiredo e Carlos Correia (AP Minho).

OC Barcelos: Ricardo Silva, Zé Pedro, Ezequiel Mena, Luís Querido, Franco Ferruccio, Bruno Ferreira, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes, Álvaro Morais, José Campos.

Treinador: Paulo Pereira.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Cerqueira, Xavi Cardoso, Marco Lopes, Alex Mount, Pedro Rego, Facundo Navarro, José Almeida.

Treinador: Vítor Pereira.

Marcha do marcador: 0-1 por Tiago Almeida (6’), 0-2 por Tiago Almeida (10’) 1-2 por Gonçalo Meira (18’), 2-2 por Gonçalo Nunes (20’), 2-3 por Xavi Cardoso (21’), 3-3 por Gonçalo Nunes (21’), 4-3 por Ezequiel Nunes (22’), 5-3 por Álvaro Morais (30’), 5-4 por Xaxi Cardoso (36’), 6-4 por Gonçalo Nunes (41’), 7-4 por Franco Ferruccio (43’ ld), 8-4 por Gonçalo Meira (44’), 9-4 por Gonçalo Meira (44’), 9-5 por Xavi Cardoso (49’).

Ao intervalo: 4-3.

Faltas: OC Barcelos, 14 | AD Sanjoanense, 11.

A última semana foi intensa para o hóquei em patins da Associação Desportiva Sanjoanense, que no espaço de três dias defrontou duas equipas do topo da tabela classificativa. Frente ao Sporting os alvinegros realizaram uma exibição de luxo e obrigaram a formação leonina a marcar passo no campeonato ao imporem, em casa, um empate a duas bolas. Foram os visitantes que entraram a vencer, com um golo aos 11 minutos, mas a reação dos homens de Vítor Pereira não podia ter sido melhor e um golo de João Lima (25’) e outro de Alex Mount (44’) confirmavam a reviravolta no marcador e complicavam as contas para o Sporting. Mas Pedro Gil respondeu de imediato na mesma moeda e restabelecia a igualdade que se manteria até ao final.

Já no último sábado os alvinegros deslocaram-se a Barcelos para defrontar a formação local, regressando a casa com uma pesada derrota, mas com mais uma exibição de grande qualidade.

Frente a um adversário de peso, a Sanjoanense não se intimidou e até entrou melhor na partida inaugurando o marcador aos seis minutos, por intermédio de Tiago Almeida e já depois de ter visto os locais enviarem uma bola ao ferro na sequência de uma grande penalidade.

Se a Sanjoanense discutia o jogo de igual para igual, o golo deu ainda mais ânimo aos alvinegros e aos 10 minutos Tiago Almeida bisava na partida finalizando da melhor forma um passe de Xavi Cardoso.

Com o jogo a caminhar para o intervalo, o Barcelos chegaria à igualdade a cinco minutos do descanso, mas Xavi Cardoso voltaria a dar vantagem aos visitantes, que, no entanto, acabariam por ver os locais darem a volta ao marcador ainda na primeira parte.

No regresso dos balneários os locais começaram a distanciar-se no marcador perante uma Sanjoanense que teimava em reagir e ainda conseguiu reduzir por duas vezes por intermédio de Xavi Cardoso, mas algumas decisões da dupla de arbitragem acabariam por condicionar o desempenho dos alvinegros, que não conseguiram evitar a derrota.

No próximo sábado a Sanjoanense regressa a casa para mais um jogo que deverá encher o pavilhão alvinegro, recebendo, pelas 17h30, o FC Porto.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui