Depois da proposta ter vencido o Orçamento Participativo 2019

 

Para apoiar pessoas sem-abrigo ou em situação habitacional precária, Jorge Sequeira e Pais Vieira, presidente da câmara municipal e o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira, respetivamente, assinaram um protocolo no dia 18 de novembro que vai permitir a criação de um restaurante social no concelho.
Resultando da edição deste ano do Orçamento Participativo, o projeto “senta.com” vai ao encontro, nomeadamente, da “inclusão social das pessoas em situação de sem-abrigo”, definida como “área prioritária nas políticas de intervenção social para o concelho”, como determina o primeiro despacho do presidente da câmara, após tomar posse em outubro de 2017, relembrou o Município em comunicado enviado ao nosso jornal.
Depois de assinado o protocolo, o próximo passo é “executar o investimento, instalando o restaurante social, ou seja, fazer obras e adquirir equipamento básico”, disse Vítor Gonçalves, diretor de serviços da Misericórdia, ao labor.
O restaurante social irá funcionar nas instalações localizadas na Rua Oliveira Júnior, em frente ao Museu da Chapelaria, que fazem parte do edifício do “Trilho”, uma das valências da Santa Casa.
A concretização deste projeto irá reforçar as condições de conforto de quem não tem habitação e recorre a refeições gratuitas fornecidas pela Misericórdia, um serviço de cantina social que vem sendo prestado por via de um acordo de cooperação com a Segurança Social, com o apoio do Município nas refeições extra acordo, e que cobrem todas as situações de necessidade identificadas no concelho, não existindo lista de espera, tal como o labor noticiou em edição anterior.

 

Campanha de vacinação e rastreios de saúde para sem-abrigo durante este mês

Para além do apartamento de autonomização, do restaurante e da cantina social, parcerias entre a Misericórdia o Município, uma outra medida volta a ser concretizada este ano. Estamos a falar da implementação de uma campanha de vacinação contra a gripe e incentivo à efetuação de rastreio de saúde, dirigida a pessoas em situação de sem-abrigo, que resulta da colaboração do Centro de Saúde, do Trilho da Santa Casa e do Município.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here