O espetáculo “A Cidade da Diversidade apresenta: Broadway”, da CERCI de S. João da Madeira, resultou de um acordo com a câmara municipal. Além da cedência gratuita da Casa da Criatividade, ambas as instituições acordaram que a receita de bilheteira arrecadada reverteria, na totalidade, para a CERCI. Recorde-se que cada bilhete teve um custo simbólico de cinco euros.

Contas feitas, a 4ª edição da iniciativa “A Cidade da Diversidade Apresenta…” rendeu 1.470 euros. Valor que, segundo adiantou ao labor fonte do órgão de administração da CERCI, “será para apoiar a instituição nas suas despesas correntes”. Para já, a aquisição de um miniautocarro, que havia sido falada em tempos, está fora de questão, devido aos “encargos financeiros previstos a médio prazo” relacionados com a reabilitação do edifício e a construção de um novo lar residencial. Aliás, por esta razão, a CERCI optou por comprar uma carrinha de nove lugares adaptada, um menor investimento do que o minibus, mas para o qual ainda não dispõe de dinheiro suficiente.

Inclusão subiu ao palco da Casa da Criatividade

Grandes clássicos musicais – dos palcos e do cinema – serviram de inspiração a este espetáculo que se realizou no último sábado, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro). Temas famosos da “Broadway” deram o mote para os diferentes momentos promovidos pela CERCI e pelo Município, contando com a parceria da junta de freguesia (JF) e do Freestyle e a participação de escolas e diversas outras entidades locais.

Pretendendo também assinalar o Dia Internacional da Cidade Educadora (30 de novembro), as atuações resultaram da criatividade de associações e instituições como a ACAIS, Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior, Arte do Som, Núcleo de Ensino Estrela Guia e Projeto Total Gym.

Com plateia repleta – onde se encontravam as vereadoras da autarquia Irene Guimarães e Rosário Gestosa, bem como a presidente da JF, Helena Couto – passaram pelo palco recriações de cenas e temas marcantes de musicais como “Grease” ou “Moulin Rouge”, entre muitos outros, tendo como fio condutor o tema da inclusão, como refere nota de imprensa remetida ao labor.

Evento será para continuar

Este “acontecimento que assinala e comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, pela sua dinâmica e envolvência das instituições da cidade, que aproveitamos para agradecer, é já considerado um marco no concelho, a quem ninguém fica indiferente”, referiu, a propósito, o presidente do órgão de administração, António da Cunha Oliveira, acrescentando que “‘A Cidade da Diversidade apresenta’, mais uma vez, recolheu os mais rasgados elogios, o que nos incentiva à sua continuidade”.

Por sua vez, Irene Guimarães disse, de acordo com o comunicado recebido pelo nosso jornal, que “este foi, inegavelmente, um espetáculo único, do qual a câmara municipal se orgulha de ser parceira”. Além disso, destacou o envolvimento de “associações e instituições que provaram que o direito à inclusão, para além de ser aquele preconizado em decretos regulamentares, é possível de ser emoldurado em contextos de arte, interativos de cor, de movimento e de imensurável e rara beleza”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here