Da Associação de Jovens Ecos Urbanos 

À semelhança dos outros anos, e isto desde 2012, altura em que surgiu a ideia da Carta ao Pai Natal na sequência de uma iniciativa de “uma entidade privada”, a comunidade volta a realizar os desejos das crianças do Centro Comunitário da Associação de Jovens Ecos Urbanos. Em 2019, são 38 as cartas apadrinhadas quer por particulares, quer por empresas, depois de terem sido divulgadas na página de Facebook da associação de S. João da Madeira. Um número “semelhante” ao que se tem registado nas outras edições e daí o “balanço positivo” feito pela presidente da direção em declarações ao labor.

A entrega dos tão ansiados presentes, pedidos por carta, foi feita ontem, quarta-feira, na festa do Centro Comunitário, “este ano, com uma roupagem nova, mas com a habitual presença do Pai Natal. Já a distribuição dos cabazes de Natal aconteceu no dia anterior.

Centro Comunitário está a acompanhar 138 processos

Por falar em Centro Comunitário, o trabalho que a Ecos Urbanos desenvolve neste seu centro “está – como explicou Rita Pereira ao nosso jornal -, relacionado com o acompanhamento ao nível do Rendimento Social de Inserção e Ação Social, que poderá assumir diversas formas. Na maioria dos casos, as famílias são acompanhadas, por exemplo, em termos de apoio no pagamento de despesas habitacionais e de saúde, apoio em géneros alimentares, acompanhamento psicossocial de capacitação e empoderamento”. Atualmente, “temos 138 processos em acompanhamento, contudo, foram trabalhados 182 processos em 2019 e temos 200 na ASIP [plataforma da Segurança Social] no estado ativo”, acrescentou a dirigente associativa.

Ecos Urbanos em lista candidata aos órgãos sociais da FADJA

Relativamente ao futuro próximo, Rita Pereira adiantou que a associação a que preside vai a eleições já no primeiro trimestre de 2020, ano em que “a transferência de competências para os municípios também poderá trazer novidades ao funcionamento das organizações”. Aliás, “estamos atentos a essa situação que se desconhece a forma que vai assumir”, garantiu.

Mas ainda este mês, no dia 27, vai a votos para os órgãos de gestão da FAJDA – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Aveiro. A Associação de Jovens Ecos Urbanos foi convidada a integrar uma lista candidata, e “em lugares de destaque”. Trata-se de “um convite que muito nos honra, porque prova que, além do trabalho que desenvolvemos socialmente, também somos reconhecidos pelo trabalho efetuado com os mais jovens”, referiu.

Rita Pereira terminou a conversa com o labor, endereçando uma mensagem de Natal a todos os leitores: “Todos os dias procuramos a magia dentro de nós e é de mãos dadas que a fazemos acontecer. Obrigada por fazerem parte da nossa vida. Um feliz Natal e um 2020 mágico”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui