Academia Lumiar, 69 – AD Sanjoanense, 74


Jogo no Pavilhão da Escola Secundária do Lumiar.

Árbitros: Vicente Jardim e Paulo Martins.

Academia Lumiar: Alexandre Catarino (2), Edson Ferreira, Délio Cardoso, Tiago Brito (3), Jorge Embaló (18), Carlos Tavares (6), Ba Cassamá (12), Denis Neves (4), André Cruz (2), Jeremias Manjate (4), Bonifácio Almeida e Benedito Suca (18).

Treinador: Paulo Mendes.

AD Sanjoanense: Sílvio Rodrigues (11), Eduardo Guimarães (21), Miguel Reis (5), Emanuel Sá (13), Gonçalo Lascasas, Diogo Rebelo, José Teixeira, Renato Ribeiro (13) e Torrance Johnson (11).

Treinador: João Tiago.

Treinador assistente: Vítor Barbosa.

Parciais: 16-18; 17-18; 14-13; 22-25.

Ao intervalo: 33-36.

Após a derrota difícil de digerir em casa frente ao FC Porto B, por apenas um ponto, a Sanjoanense rumou a Lisboa para defrontar a Academia do Lumiar, equipa satélite do Sporting Clube de Portugal, mas desfalcada dos seus dois bases, Filipe Ferreira e Gonçalo Catarino, a contas com lesões, tal como Sérgio Felgueiras e Pedro Margalho, esta jornada não se adivinhava uma tarefa difícil para os homens de João Tiago.

Num jogo ficou marcado pelo equilíbrio, na primeira parte a Sanjoanense surpreendeu o adversário com uma defesa zonal, bem montada pelo seu treinador, com a formação da casa a ter sempre muitas dificuldades para responder à altura. Mas o Academia evidenciava clara vantagem em termos de envergadura física, desvantagem a que os atletas da alvinegros procuravam responder com inteligência na procura de soluções e maior intensidade de jogo. Ao intervalo o resultado situava-se em 33-36, que refletia o equilíbrio registado ao longo da primeira metade.

Na segunda parte a toada de jogo manteve-se. A menor rotação de jogadores na Sanjoanense provocou algum cansaço que foi sendo superado pela enorme vontade de vencer, o que acabou por acontecer, com muito mérito dos atletas visitantes, que demonstraram abnegação, espírito de sacrifício e qualidade em momentos chave.

Foi uma vitória saborosa que permitiu à Sanjoanense alcançar o Academia na tabela classificativa.

Jorge Embaló (Academia), internacional português, com 18 pontos, 6 ressaltos e 3 assistências, foi o jogador mais valioso do jogo, enquanto o norte-americano Torrance Johnson foi o atleta em maior destaque na Sanjoanense com 11 pontos, 13 ressaltos e 3 assistências.

Na próxima jornada, agendada para 5 de janeiro, a formação de S. João da Madeira defronta em casa, às 17h00, o Imortal de Albufeira, líder invicto da Proliga.

Outros resultados
Sub16 femininos
Sanjoanense, 60 – Ovarense, 53
Seniores femininos
Sanjoanense, 78 – GD Bolacesto, 41
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here