“Seremos um Município pioneiro”, adiantou Jorge Sequeira na última reunião de câmara referindo-se ao facto de S. João da Madeira ser um dos primeiros municípios do país a assumir competências, que até agora ainda são do Estado, na área da saúde. Em resposta ao munícipe Manuel Pinho, que havia tocado no assunto no período destinado ao público, o presidente da câmara acrescentou que a transferência de poderes “ainda não está concretizada”, mas a autarquia já se encontra “a negociar o auto com o Ministério da Saúde”.

Ao que, entretanto, o labor apurou já à margem da sessão, a edilidade sanjoanense passará, no âmbito da tão propalada descentralização, “a partilhar com a direção do ACeS [Agrupamento de Centros de Saúde de Entre Douro e Vouga II – Aveiro Norte] a responsabilidade na gestão das instalações, equipamentos, assistentes operacionais”, etc., do Centro de Saúde de S. João da Madeira. A ideia é avançar para o terreno em 2020.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here