“A Magia do Natal” prossegue até 5 de janeiro, mas a verdade é que, desde o arranque da programação natalícia em S. João da Madeira, a oposição tem-se mostrado pouco convencida quanto às opções da maioria da socialista. Ainda nesta última reunião de câmara, Paulo Cavaleiro começou por dizer que “temos uma iluminação que não valoriza o centro da cidade”. “Não é só gastar-se mais dinheiro, é preciso também se fazer boas opções”, “atirou” o vereador da coligação PSD/CDS-PP.

Referindo-se à notícia vinda a público que “5.000 pessoas já estiveram na pista de gelo”, perguntou quantos bilhetes foram oferecidos e defendeu que “a cobertura é fundamental”, tendo em conta o mau tempo que se tem feito sentir. Em seu entender, além de haver “algum exagero nos números apresentados”, esta é “uma opção que devia ter sido ponderada de outra maneira”.

“Esta guerra de números não faz sentido”

Depois de explicar que esta “foi uma opção que se tomou devido às características estéticas da pista”, relativamente à qual, aliás “assumo a responsabilidade”, Jorge Sequeira informou, com base em dados transmitidos pela empresa, que “a pista atraiu 5.000 pessoas”, incluindo acompanhantes, e que “até há alguns dias tinham patinado 1.000 e tal pessoas”.

Quantos aos ingressos, foram distribuídos 4.000 pelas escolas, Associação Comercial, bombeiros, comerciantes do Mercado Municipal e crianças institucionalizadas.

Ainda a propósito, o autarca disse que até achava “uma contagem da empresa muito moderada”. Na sua ótica, este “é um tema que não merece muita discussão nem relevância”. Aliás, “esta guerra de números não faz sentido”, vincou.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui