O trabalho desenvolvido pelas entidades da Proteção Civil, sob a orientação do coordenador municipal desse serviço, Normando Oliveira, para fazer face aos efeitos da intempérie sentida entre quinta-feira e domingo passados foi acompanhado pelo presidente da câmara.

Além da deslocação a alguns pontos de intervenção no terreno, Jorge Sequeira, acompanhado de José Fonseca, seu Chefe de Gabinete, e Joaquim Milheiro, responsável da Divisão de Planeamento Ordenamento e Ambiente do Município, esteve no posto de comando do quartel operacional dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira, na zona das Travessas, seguindo as comunicações e a coordenação das ações de resposta às ocorrências.

Nesta informação enviada aos jornais, o presidente da câmara realça o “trabalho incansável” desenvolvido pela Proteção Civil de S. João da Madeira, agradecendo ao coordenador municipal deste serviço, Normando Oliveira, aos Bombeiros Voluntários, à PSP e aos funcionários dos serviços municipais, deixando também uma palavra à SUMA, concessionária da limpeza urbana, pela colaboração prestada.

O Município relembra ainda, em comunicado, que “a passada quinta-feira constituiu um dos dias mais críticos neste período, com a cidade de S. João da Madeira a ser também afetada, tendo estado sob aviso vermelho meteorológico. Nessa data, registaram-se no concelho 58 ocorrências, que exigiram intervenção das entidades da Proteção Civil, nomeadamente quedas de estruturas e de árvores, assim como inundações”.

Nesse sentido foram “divulgadas à população, nessa quinta-feira e nos dias seguintes, recomendações de prevenção face à instabilidade meteorológica sentida, que se refletiu em particular em situações de elevada intensidade de chuva e vento”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here