Dos quais resultaram 268 vítimas, 35 graves e 233 ligeiras

O labor teve acesso ao estudo que o Município fez sobre os atropelamentos de 2007 a 2017 em S. João da Madeira, analisou os dados e dá a conhecer aos seus leitores as suas conclusões em primeira mão.

Nos últimos 10 anos foram registados 250 atropelamentos que provocaram 268 vítimas. Dos 250 atropelamentos ocorridos, 20 aconteceram em 2007, 31 em 2008, 29 em 2009, 21 em 2010, 17 em 2011, 18 em 2012, 14 em 2013, 20 em 2014, 27 em 2015, 31 em 2016 e 22 em 2017, segundo a informação fornecida pela PSP ao Município.

Entre as 268 vítimas dos atropelamentos, 35 foram feridos graves e 233 feridos ligeiros.

No caso dos atropelamentos registados em 2017, resultaram sete feridos graves e 14 ligeiros; em 2018 seis graves e 29 ligeiros; em 2010 dois graves e 19 ligeiros; 2011 um grave e 17 ligeiros; em 2012 zero graves e 18 ligeiros; em 2013 três graves e 22 ligeiros; em 2014 três graves e 22 ligeiros; em 2015 dois graves e 25 ligeiros; em 2016 três graves e 29 ligeiros; e em 2017 quatro graves e 21 ligeiros.

Entre as zonas de maior acumulação de acidente estão a Avenida Dr. Renato Araújo com o registo de 56 atropelamentos, a Avenida da Liberdade com 26, a Rua João de Deus com 21, a Rua dos Bombeiros Voluntários com 11 e a Rua Manuel Luís Leite Júnior com 10 atropelamentos.

O labor tentou, mas não conseguiu obter os dados relativos aos atropelamentos ocorridos em 2018 e 2019 junto da PSP.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here