AD Castro Daire, 2 – AD Sanjoanense, 1

Jogo no Complexo Desportivo Castro Daire.

Castro Daire 2 x Sanjoanense 1

Árbitro: José Almeida, auxiliado por Bruno Nunes e Tiago Silva (AF Lisboa).

AD Castro Daire: Pedro Gonçalves, Simão, Luís Pedro, Carlitos, Fred (Luís Paiva, 92’), Rui Mendonça, Peterson (Pedro Marado, 75’), Márcio Santos, Tomé, Binaia (Hugo Parente, 88’) e Marcel.

Treinador: Vasco Almeida.

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Gil Barros, Almeida, Rúben, Daniel, Barbosa, Ricardo (Juninho, 46’), George (Elisson, 66’), Elder Santana, Marcilío (Ibrahim, 45’) e Edson.

Treinador: Sérgio Machado.

Ao intervalo: 2-1.

Marcha do marcador: 1-0 por Marcel (3’), 2-0 por Binaia (46’) e 2-1 por Elder Santana (49’ gp).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ricardo (13’), Simão (31’), Luís Pedro (49’), Gil Barros (69’), Barbosa (93’), Diogo Almeida (depois jogo).

A entrada no novo ano não foi a esperada para a Associação Desportiva Sanjoanense, que cedeu na deslocação a Castro Daire.

Com o adversário posicionado a meio da tabela classificativa, mas há 11 jogos sem perder, o trabalho não se previa fácil para os alvinegros, que viram o resultado final ficar definido ainda na primeira parte do encontro e foi logo nos instantes iniciais que a equipa da casa chegava à vantagem. Com pouco mais de três minutos de jogo, um ataque pelo corredor direito termina com um cruzamento para o coração da área onde surge Marcel, sem qualquer oposição, a cabecear para o fundo das redes.

Na tentativa de responder à desvantagem madrugadora, a Sanjoanense reagiu e conseguiu algum domínio e por algumas vezes chegou com perigo à baliza dos locais, mas sem conseguir marcar os alvinegros acabariam por ver os homens da casa aumentar a vantagem já em tempo de compensação, na sequência de uma falha defensiva dos visitantes.

Numa recuperação de bola junto à área da Sanjoanense, Binaia é servido por um colega de equipa e em posição privilegiada aproveita a saída de Diogo Almeida para bater o guardião alvinegro com um chapéu que dava mais tranquilidade ao Castro Daire, mas que não abalou a confiança dos homens de Sérgio Machado. E a resposta dos visitantes não tardou e surgiu ainda antes do intervalo na sequência de uma grande penalidade, assinalada sobre o recém-entrado Ibraim e que Élder Santana não desperdiçou para reduzir a desvantagem.

Na segunda parte a Sanjoanense entrou com vontade de dar a volta ao resultado e apesar do domínio, com os locais a criarem, por vezes, alguns calafrios à defensiva alvinegra, o resultado acabaria por se manter inalterado.

Com este desaire a Sanjoanense entrou em 2020 com uma derrota, depois de quatro jornadas sem perder, e caiu para a quarta posição.

No próximo domingo os alvinegros regressam a casa com a receção ao SC Espinho, equipa que tem apenas dois pontos de atraso relativamente à Sanjoanense.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui