Créditos: Direitos Reservados

Dínamo Sanjoanense, 4 – Saavedra Guedes, 3

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Óscar Almeida e Vítor Costa.

Dínamo Sanjoanense: Nuno Couto, Chico Leitão, Pedro Gomes. João Carvalho, Emídio Baptista, Diogo Barbosa, Diogo Costinha, Válter Batista, Diogo Tavares, Xavier Moreira, Nando Costa, Tiago Silva, Pedro Sousa.

Treinador: Luís Almeida.

Saavedra Guedes: Rui Capelas, Hugo Silva, Rúben Pinho, Nando Sá, Gonçalo Santos, Costinha, Rafael Tavares, António Marques, João Pais, Kanigia, Rui Costa, João Couto, Hélder Ferreira, Baião.

Treinador: Bruno Ferreira.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nando Sá, (23’), Costinha (25’), João Pais (29’), Rúben Pinho (31’), João Couto (34’), Baião (35’), Diogo Tavares (37’), Diogo Costinha (38’).

Marcha do marcador: 0-1 por Nando Sá (2’), 1-1 por Válter Batista (12’), 1-2 por Hugo Silva (14’), 2-2 por Tiago Silva (15’), 3-2 por Xavier Moreira (33’), 4-2 por João Carvalho, 4-3 (39’), por Rúben Pinho (39’).

Ao intervalo: 2-2.

Depois de uma breve paragem, o Dínamo Sanjoanense regressou à competição com um triunfo na receção ao Saavedra Guedes, mas o conjunto orientado por Luís Almeida só conseguiu passar para a frente no marcador nos últimos 10 minutos da partida.

Com o adversário posicionado a meio da tabela classificativa, o favoritismo estava do lado do conjunto de S. João da Madeira, ainda sem qualquer derrota, mas foram os visitantes que se colocaram em vantagem logo aos dois minutos num lance de bola parada, quando na cobrança de uma falta Nando Sá, servido pelo colega, empurra a bola para o fundo das redes.

O Dínamo reagiu, mas a resposta só surgiu 10 minutos depois com um forte remate de Válter Batista, após um pontapé de canto, que deixou Rui Capelas pregado ao chão e sem qualquer reação.

Os locais pareciam estar no caminho da recuperação, mas em cima do quarto de hora um erro da defensa deixava os homens de Luís Almeida novamente em desvantagem. Mas por pouco tempo, já que no minuto seguinte foi o Dínamo que aproveitou um erro do Saavedra, na sequência de uma reposição da bola pela linha lateral, para restabelecer a igualdade (2-2), que se manteria até ao intervalo.

Na segunda parte os locais acabam por chegar à liderança já nos últimos 10 minutos da partida e nos instantes finais ampliam a vantagem, quando numa jogada de insistência do Saavedra na procura do empate, João Carvalho recupera a bola e aproveitando a baliza desprotegida dos visitantes, com um pontapé do outro lado do campo, faz o 4-2.

Sem nada a perder, a formação de Pardilhó apostou tudo e foi na reposição da bola em jogo que Rúben Pinho, com um remate de fora da área, fechou a contagem com o terceiro do Saavedra.

Com este triunfo o Dínamo continua isolado na classificação com nove pontos de vantagem relativamente ao segundo classificado, o Nelas.

No próximo dia 11 o conjunto de S. João da Madeira desloca-se ao recinto do S. Martinho de Mouros.

Resultados da formação
Juniores
Travassô, 2 – D. Sanjoanense, 8
Juvenis
D. Sanjoanense, 1 – P8 Academia, 2
Iniciados
CC Barrô, 0 – D. Sanjoanense, 6
Iniciados B
D. Sanjoanense, 1 – GD Gafanha, 3
Infantis
PARC, 1 – D. Sanjoanense, 1
Traquinas
D. Sanjoanense, 14 – Escapães, 1
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui