“A AEJ está em crescimento”. É desta forma que Joaquim Fial, presidente da Associação Estamos Juntos (AEJ), descreve o trabalho que a atual direção tem vindo a realizar e que foi dado a conhecer no passado dia 11 de janeiro, no 10.º Jantar de Reis, que este ano decorreu na Casa do Torreão, em Cucujães. Depois de em 2019 os órgãos sociais terem apresentado a nova secção de triatlo, a iniciativa deste ano voltou a trazer novidades, entre as quais uma outra modalidade, o surf, resultado de uma parceria entre a AEJ e a Barrinha Surf School, de Esmoriz. “Não temos mar, mas temos uma piscina de 50 metros”, explicou o dirigente. “Mas não muito distante temos o mar, e esse será a nossa eleição para o surf”, acrescentou, revelando também uma aposta na melhoria do atual quadro técnico, com Nuno Pestana a assumir a coordenação do ténis, Andreia Costa do campo de férias e Luísão da natação, modalidade que agora tem como treinadora principal Mariana Marquez, cargo que divide com a direção-técnica nacional de natação sincronizada da Federação Portuguesa de Natação. A estes junta-se Mário Saxe, proprietário da Barrinha Surf School e que será o responsável pela secção de surf da Associação Estamos Juntos.

Num evento que juntou cerca de uma centena de pessoas, entre atletas, treinadores, dirigentes e pais, Joaquim Fial abordou ainda o trabalho que os atuais órgãos sociais têm vindo a realizar com o objetivo de dotar o clube de melhores condições, abrindo, assim, caminho “para que, efetivamente, a AEJ se mostre mais à cidade e ao país”. Nesse sentido, a limpeza dos campos de ténis já foi realizada, bem como uma intervenção nas instalações da sede do clube, com “90% da secretaria já renovada”. “Já foi pintada e arranjada, só falta o chão”, referiu Joaquim Fial, destacando o apoio prestado “pelo amigo António, da Picoven” para que seja possível “levar a cabo todo o trabalho”.

Cerca de um ano depois da apresentação da secção de triatlo, a iniciativa deste ano serviu também para prestar uma singela homenagem a Luís Lima, que foi um dos impulsionadores da modalidade no clube. “Hoje fazemos dele nosso campeão”, frisou Joaquim Fial, lamentando que o triatleta não tenha sido chamado nem reconhecido na última Gala dos Campeões promovida pela autarquia. “Sendo ele um sanjoanense que anda nestas andanças há imenso tempo, que aparece constantemente nas páginas do jornal e que defende a cidade através do desporto que pratica, o reconhecimento foi nulo”, referiu. Reconhecendo o valor do triatleta, Fermino Santos, que faz parte dos órgãos sociais da AEJ e que na Gala dos Campeões foi distinguido em representação do clube, entregou a medalha recebida a Luís Lima. “Esta medalha é sua porque é merecedor da mesma”, explicou.

Num evento onde a Câmara Municipal de S. João da Madeira não esteve presente, situação que os dirigentes da AEJ lamentaram, ao contrário da Junta de Freguesia da cidade, que esteve representada através de Marisa Brandão, Joaquim Fial optou por não falar de projetos, garantindo que “eles vão aparecer”, e apelou ainda a uma maior proximidade entre todos os que, de alguma forma, estão ligados à Associação Estamos Juntos.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here