E por alegada tentativa de furto a empresário

 

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve três pessoas de nacionalidade estrangeira por permanência ilegal e alegada tentativa de furto a um empresário no dia 9 de janeiro, pelas 19h00, em S. João da Madeira.

Após ter sido pedida a sua intervenção, “a PSP intercetou os suspeitos, dois homens e uma mulher de 27, 39 e 33 anos, que tinham seguido o empresário de 43 anos até a um restaurante, situado em S. João da Madeira, após este ter levantado uma quantia avultada de dinheiro numa dependência bancária e encontrado a sua viatura com um dos pneus vazio”.

Como é conhecimento da polícia, “este é um dos modus operandi de alguns indivíduos que visam praticar furto na via pública, os quais, oferecendo ajuda à vítima na troca de um pneu furado, aproveitam a oportunidade para furtarem quantias avultadas que momentos antes haviam sido levantadas em dependência bancária”. Neste caso, os agentes policiais “monitorizaram a movimentação dos suspeitos, tendo vindo a intercetá-los”. Ao longo desta abordagem, apuraram ainda que “os suspeitos se encontravam no país em situação ilegal, tendo sido apreendidos 435 euros, 826 libras inglesas, 303 dólares americanos e 2.200 escudos Cabo-Verdianos, por suspeita de proveniência ilícita, e ainda um objeto metálico, em forma de espigão”, informou o Comando Distrital de Aveiro da Polícia em comunicado enviado ao labor.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de S. João da Madeira no dia 10 de janeiro, pelas 14h00, e até ao fecho da edição ainda aguardavam o resultado das diligências da investigação nas instalações da Direção Regional Norte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no Porto, confirmou fonte policial do Comando Distrital de Aveiro da Polícia ao labor.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...