Créditos: Direitos Reservados

Lusitano Vildemoinhos, 0 – AD Sanjoanense, 1

Jogo no Estádio dos Trambelos, em Viseu.

Árbitro: António Moreira, auxiliado por Sérgio Correia e Sérgio Faceira (AF Vila Real).

Lusitano Vildemoinhos: Ruca, Calico, Paulo Oliveira (João, 37’), Miguel Lopes, Nonso, Hélder Rodrigues, Leal, Mauro Santos (Luís Almeida, 77’), Barros, Mamadou (Braz, 28’), e Raphael.

Suplentes: Rúben Alfaiate, João, Tiago Gonçalves, Joaquim Domingos, Luís Almeida, Braz.

Treinador: Rogério Sousa.

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Ibraim, Godinho, Ruben, Gil Barros (Daniel, 77’), Barbosa, Ricardo, George (Elisson, 62’), Elder Santana, Paulinho (Marcilío, 71’) e Belkheir.

Suplentes: Rui Mota, Daniel, Almeida, Elisson, Bruno Amorim, Edson, Marcílio.

Treinador: Sérgio Machado.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Paulinho (29’), Godinho (49’), Hélder Rodrigues (51’), Raphael (57’), Belkheir (60’), Ruca (63’), Elisson (69’).

Ao Intervalo 0-1.

Marcha do marcador: 0-1 por Elder Santana (14).

Depois de duas derrotas e um empate, a Sanjoanense regressou aos triunfos com a deslocação a Viseu para defrontar o Lusitano de Vildemoinhos.

Frente a um adversário que não vence em casa desde outubro e que procurava, na receção aos alvinegros, conquistar os três pontos, a deslocação não se esperava fácil para os homens de Sérgio Machado, mas os visitantes entraram fortes e dominaram, praticamente na totalidade, os primeiros 45 minutos do encontro. Com um Lusitano a ter muitas dificuldades para impor o seu jogo, eram os alvinegros que mais perigo criavam e em cima do primeiro quarto de hora os visitantes materializam a superioridade por intermédio de Elder Santana, que inaugurou o marcador a passe de Barbosa.

A vantagem era escassa, mas sem mais alterações no marcador até ao intervalo, apesar das oportunidades criadas pela Sanjoanense, a segunda parte obrigava os alvinegros a cautelas redobradas, atentos a uma reação dos locais. E foi o que aconteceu. Na etapa complementar o Lusitano Vildemoinhos entrou com outra atitude e com vontade de inverter o marcador e por várias vezes deixou a defensiva visitante em sobressalto, que reagiu, mas esteve pouco eficaz na altura da finalização.

Com o jogo a caminhar para o final e sem alterações no marcador, a Sanjoanense procurou segurar a escassa vantagem perante um adversário que nos últimos minutos aumentou a pressão para, no mínimo, chegar à igualdade.

Com este triunfo a Sanjoanense ganhou terreno ao Espinho, que perdeu em casa frente ao Leça.

No próximo domingo os alvinegros regressam a casa para receberem o Valadares Gaia, equipa que, neste momento, luta para sair da “linha” de despromoção.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here