Demolição Já por várias vezes que Manuel Pinho alertou sobre o estado devoluto da “Casa do Bananeiro” situada na Rua Visconde, em frente ao Pingo Doce e perto da Praça Luís Ribeiro. De acordo com este munícipe, sanjoanenses e pessoas de concelhos vizinhos comentam consigo o perigo que representa esta casa devoluta. O alerta dado por Manuel Pinho vai “ser tido em conta”, assegurou o autarca Jorge Sequeira.

Lombas O munícipe Manuel Pinho chamou à atenção em relação às “lombas altas” na Avenida Manuel Luís Leite Júnior, em nome da população, com o objetivo de “evitar acidentes”, na reunião de câmara realizada excecionalmente quarta-feira da semana passada, e não à terça como é habitual, no Fórum Municipal. Esta obra “ainda não está concluída e falta colocar o tapete betuminoso por cima”, disse o presidente da câmara Jorge Sequeira.

Regulamento Ana Couto colocou questões sobre o Programa de Apoio à Esterilização de Cães e Gatos destinado a famílias carenciadas cujas intervenções serão realizadas no Canil Intermunicipal da Associação de Municípios das Terras de Santa Maria, em Oliveira de Azeméis. Para além de questionar as condições em que as intervenções vão ser feitas neste espaço que está com lotação esgotada, esta munícipe é da opinião de que “se é o Município que vai pagar todos os custos, deveria ter optado por uma clínica da cidade”. O presidente Jorge Sequeira ouviu a intervenção de Ana Couto que considera ser uma cidadã “exemplo” pelo seu papel ativo na cidade, mas também lamentou que “não tenha apresentado essas questões” durante o período de consulta pública deste regulamento que, depois de ser aprovado em reunião de câmara, foi aprovado na última assembleia municipal realizada a 20 de janeiro.

Turismo O Turismo Industrial é “uma marca importante da nossa cidade” e “acho que todos os sanjoanenses que trabalham neste projeto devem estar contentes com o seu sucesso” enquanto “marca que nos potencia e valoriza”, disse Paulo Cavaleiro, vereador da coligação PSD/CDS-PP. O presidente da câmara, Jorge Sequeira, associou-se às palavras de Paulo Cavaleiro sobre este “grande projeto da cidade que temos alimentado”.

Refeições Os 43 pedidos de refeição comparticipada ao abrigo do Programa de Refeições Escolares nas Escolas Básicas de 1º ciclo de S. João da Madeira foram aprovados unanimemente na última reunião de câmara. Destes, 27 vão ser beneficiárias do escalão A em que a refeição fica completamente gratuita e 16 vão ter direito ao escalão B que suporta 50% da refeição.

Aditamento A câmara municipal aprovou por unanimidade um aditamento ao contrato-programa de desenvolvimento desportivo estabelecido com a Associação Desportiva Sanjoanense e o Grupo Recreativo e Cultural Dínamo Sanjoanense. No caso da ADS um aditamento no valor de 33.435,86 euros e no caso do Dínamo no valor de 4.294 euros.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here