HC Turquel, 5 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Pavilhão do Hóquei Clube Turquel.

Árbitros: Pedro Silva e Joaquim Pinto (AP Porto).

HC Turquel: Diogo Almeida (gr), André Moreira, Vasco Luís (cap), André Pimenta e Tiago Mateus.

Suplentes: João Lomba, Afonso Severino, Xavier Lourenço, José Costa e Gonçalo Duarte (gr).

Treinador: João Simões.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas (gr), Alex Mount, Xavi Cardoso, Tiago Almeida e Pedro Cerqueira.

Suplentes: Pedro Rego, Hugo Santos, João Lima, José Almeida e Marco Lopes (gr) (cap).

Treinador: Vítor Pereira.

Ao intervalo: 0-0.

Ação disciplinar: Cartão azul para José Almeida (31’).

Faltas: HC Turquel, 9 | AD Sanjoanense, 7.

Marcha do marcador: 1-0 por Xavier Lourenço (32’), 2-0 por Tiago Mateus (34’), 3-0 por Tiago Mateus (35’), 4-0 por Tiago Mateus (48’), 5-0 por André Moreira (49’).

Com os turquelenses a mostrarem-se sempre aguerridos no seu reduto, a Sanjoanense tinha uma deslocação difícil à “aldeia do hóquei”, e um piso escorregadio trouxe dificuldades acrescidas à formação que viajou de S. João da Madeira.

Apesar das adversidades, a primeira parte acabou por se revelar equilibrada, com as duas equipas a respeitarem-se mutuamente, e o nulo ao intervalo refletia isso mesmo.

Na segunda parte alguma displicência alvinegra acabaria por deitar por terra as ambições dos visitantes. Logo aos seis minutos Tiago Freitas ainda conseguiu evitar o golo de livre direto, assinalado após cartão azul mostrado a José Almeida, mas a jogar em power-play os homens da casa acabariam por inaugurar o marcador logo de imediato.

A vantagem deu outro ânimo ao Turquel que, empolgado com o golo, colocou o marcador nos 3-0 no espaço de três minutos.

Vítor Pereira tentava a todo custo, com as mexidas sucessivas na sua equipa, reduzir o marcador, mas sem sucesso.

Na parte final o resultado voltaria a sofrer mais alterações, com os locais a marcarem por mais duas vezes em apenas um minuto, fechando o jogo com uma mão cheia de golos.

Com esta derrota a Sanjoanense desceu uma posição na classificação, ocupando agora o nono lugar com 16 pontos.

No próximo sábado os alvinegros regressam ao caldeirão para receberem, pelas 17h30, a formação do Riba d’Ave, num jogo que se prevê de alto risco pela rivalidade já antiga entre os adeptos e pela particularidade de ambas as equipas estarem focadas no mesmo objetivo, a manutenção.

António Anacleto

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here