Com vários escalões em competição ao longo do último fim de semana, o desfecho nem sempre foi positivo para as equipas da APROJ. Em bom nível estiveram as juvenis, vencendo confortavelmente na deslocação aos Carvalhos. Numa partida com pouca história, frente a um adversário ainda em fase de iniciação, as visitantes venceram os três sets de forma confortável (7-25/14-25/6-25). Já no próximo dia 16 a equipa recebe no Pavilhão das Travessas, pelas 17h00, o SC Vila Real.

Quem também venceu foi o escalão de juniores B, mas a APROJ teve de sofrer para trazer de Canidelo o triunfo. Defrontando um adversário na terceira posição da série, esperava-se um jogo difícil para as jovens sanjoanenses que, depois de uma entrada ansiosa, acalmaram e venceram o primeiro set (26-24), mas no segundo vários erros da APROJ permitiram ao AR Canidelo fechar o parcial por uns expressivos 25-9.

As visitantes estiveram mais assertivas no terceiro set e o equilíbrio foi predominante, com a equipa de S. João da Madeira a conseguir uma ligeira vantagem apenas na reta final, vencendo por 20-25.

No set final a APROJ entrou bem, conseguindo chegar a uma vantagem inicial, mas o Canidelo acabaria por dar a volta e vencer o parcial por 25-20, igualando a partida e empurrando as decisões para a “negra”. As visitantes chegaram a estar a perder, mas nunca deitaram a toalha ao chão e, mantendo a postura e atitude, conseguiram igualar a partida acabando por discutir a vitória, taco a taco, até aos 18-16 finais, que deram a primeira vitória da época à APROJ.

A próxima jornada realiza-se a 15 de fevereiro, às 17h00, frente ao GC S. Tirso.

Resultado diferente foi conseguido pelas cadetes A que, apesar da boa prestação, não conseguiram evitar a derrota. Frente a uma das equipas mais fortes do grupo a APROJ preparou-se para o encontro, mas seria o Esmoriz a fechar o primeiro set em vantagem (21-23). Nos parciais seguintes vários erros das atletas que viajaram de S. João da Madeira permitiram que as locais conseguissem gerir e vencer o jogo.

Depois deste encontro as cadetes preparam agora a receção ao SC Vila Real, agendado para 16 de fevereiro, às 15h00, no Pavilhão das Travessas.

Também as cadetes tiveram desfecho semelhante. Defrontando um adversário claramente superior, foi um jogo onde, desde início, foi evidente a incapacidade da APROJ em levantar a bola ao primeiro toque, nomeadamente no momento da receção. Para agravar essa situação, a equipa visitante apresentou um serviço forte e tenso, construindo, assim, um resultado confortável em todos os sets.

No próximo dia 16 de fevereiro a equipa desloca-se a Leixões para disputar mais um jogo, agendado para as 17h00.

Também as cadetes B cederam na receção ao Colégio João Paulo II, mas num jogo bastante disputado. Com um primeiro set de encher o olho, a APROJ andou a par no marcador com o adversário até aos 11-11, sendo que a partir daí deixou o adversário fugir (13-19). As locais reagiram e foram à procura da recuperação. Com um serviço forte e contrariando o ataque adversário, a APROJ acabaria por dar a volta e fechar o parcial em 25-22.

O segundo set foi semelhante ao primeiro, mas terminou favorável ao adversário (21-25), enquanto o terceiro foi disputado de parte a parte, mas seriam as visitantes a vencer (20-25).

No último parcial o conjunto da casa não esteve bem na receção, permitindo que o adversário se adiantasse no marcador, acabando por perder por 17-25.

Na próxima jornada, a 15 de fevereiro, a APROJ desloca-se, pelas 14h00, ao reduto do CD Feirense.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here