Uma revolução nos bairros: quem os viu e quem os vê 

0
178

O balanço de um mandato autárquico faz-se de quatro em quatro anos. Porém, com o avançar do tempo, começa a evidenciar-se o trabalho que o Partido Socialista tem executado em diversas áreas desde que lidera os destinos da Câmara Municipal de São João da Madeira. Desde logo, o novo olhar que estabeleceu sobre as políticas sociais e os bairros, que demasiadas e consecutivas vezes foram ignorados pelo poder autárquico na década anterior.

No Orreiro, a profunda requalificação da habitação social vai chegar a todos os 11 blocos, numa empreitada orçada em quase três milhões de euros e que conta com financiamento comunitário. Pelo valor, entende-se que não são obras de fachada, mas que vão melhorar mesmo a vida das cerca de 600 pessoas que habitam nestes quase 300 fogos e que já viveram demasiado tempo em condições degradantes.

Em Fundo de Vila e no Poder Local a valorização do espaço público também é notória, desde a requalificação do polidesportivo que vai receber um novo relvado sintético, a criação de um novo espaço lúdico e de atividade física na Rua Manuel Luís da Costa, a empreitada de renovação da escola básica que já tem financiamento aprovado, a construção da pista de cross Alberto Batista e até a instalação de um mural artístico do capitão Salgueiro Maia e o veículo chaimite que evocam o 25 de Abril, apenas para dar alguns exemplos.

No Parrinho nasceu um novo espaço de lazer, com tapete sintético, aparelhos para exercício físico e novo mobiliário urbano que muito valorizam a zona da ex-Fundação Salazar, onde também foi recuperado o jogo de água do Elemento de Cidadania, depois de muitos anos de inatividade. Na Rua José Régio foi construído um novo espaço lúdico, também com recinto em piso sintético para a prática de atividades desportivas ao ar livre, o que atribuiu renovada alegria, dignidade e atratividade a este local ímpar da nossa cidade.

Estes são alguns dos muitos exemplos possíveis, a que se podem acrescentar atividades descentralizadas como o novo mural de arte urbana, da artista sul-africana Tara Deacon, na Devesa Velha, onde também têm decorrido outras iniciativas de cariz cultural, ou o Dia Municipal do Bombeiro que decorreu em pleno Bairro do Orreiro.

Enfim, estamos perante uma autêntica revolução nos bairros, no modo como se olha para a cidade como um todo, como se organiza e valoriza o espaço público nestes locais que foram socialmente colocados mais afastados do centro, como se dignificam as condições de vida de quem vive em habitação municipal e como se promove a coesão e a integração social, não só através da ação social mas, também, através da cultura e do desporto.

Justiça seja feita, por isso, a este executivo municipal de maioria socialista, ao presidente Jorge Sequeira e à vereadora Paula Gaio, também presidente do Conselho de Administração da empresa municipal Habitar S. João, que tiveram a sensibilidade e a ousadia de ir muito além das ansiadas e prementes obras de requalificação das habitações municipais.

Quem viu e quem vê estes bairros sanjoanenses! É assim que se constrói uma cidade mais coesa, mais equilibrada, mais estável e mais orgulhosa de si mesma. Uma cidade que se desenvolve como um todo e onde nenhum local ou sanjoanense ficam para trás!

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here