Músico português apresenta projeto a solo depois de ter passado por bandas como Buraka Som Sistema, Orelha Negra e Banda do Mar

A viagem musical na qual o FRED se aventura presentemente a solo tem ligações ao jazz combinado com o Hip Hop.

O músico e produtor português assumiu a bateria de bandas como Buraka Som Sistema, Orelha Negra, Banda do Mar, 5-30 e projetos que levaram aquela que é hoje a sua sonoridade e a sua verdadeira identidade.

Neste projeto “ele revisita alguns temas de Hip Hop, mas antigo, com um toque de jazz londrino” e “tem tido um sucesso muito grande”, adiantou Gisela Borges, responsável pela programação e produção da Casa da Criatividade e dos Paços da Cultura, ao labor.

A “Alternativa à 5inta” continua em 2020 com o concerto de FRED a realizar-se hoje, dia 20 de fevereiro, pelas 22h00, na Casa da Criatividade.

Os bilhetes custam três euros e podem ser comprados em www.bol.pt, Paços da Cultura, Turismo Industrial, entre outros locais, e contemplam descontos para os portadores do Cartão Amigo, beneficiários de RSI, estudantes, maiores de 65 e grupos, podendo-se encontrar mais informações em www.casadacriatividade.com.

Iniciativa camarária começou há um e mostra “como acasa é especial ao mudar a configuração”

Esta proposta cultural iniciada pelo Município de S. João da Madeira precisamente há um ano, em fevereiro de 2019, continua este ano com o “SEA Groove” no dia 12 de março, o especial “A Cidade Dança” no dia 30 de abril, Tiago Nacarato a 25 de junho, duas curadorias da Associação Cultural Luís Lima a 17 de setembro e 1 de outubro, “Agora Também sou Água” a 29 de outubro, Casa da Música – Casa de Partida (sob confirmação) a 19 de novembro e especial “250º aniversário de Ludwig Van Beethoven com Vladimir Omeltchenko e Patrick de Hooghe” a 17 de dezembro.

A “Alternativa à 5inta” mostra “como a casa é especial ao mudar a configuração” e apresenta “artistas emergentes, alguns consagrados, com nuances diferentes” sempre com a intenção de “criar uma relação de proximidade e intimidade com o público em cima do palco”, considerou Gisela Borges ao labor.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui