Créditos: Direitos Reservados

Ginásio Olhanense, 82 – AD Sanjoanense, 68

Jogo no Pavilhão do Ginásio Clube Olhanense, em Olhão.

Árbitros: Pedro Henrique e Ricardo Ferreira.

Ginásio Olhanense: Clark Froud, Dulcínio Fragoso (6), Carlos Hafe (7), Inácio Sassinda, Edy Duarte (6), Rui Carvalho (4), David Carvalho (2), Rafael Wildner (12), Steven Julian III (13), Guilherme Guedes, João Carreiras (5) e Reginald Baker (27).

Treinador: César Domingues.

AD Sanjoanense: Sílvio Rodrigues (5), Eduardo Guimarães (16), Diogo Rebelo, Tiago Ferreira, Gonçalo Catarino (8), Sérgio Felgueiras (9), Miguel Reis (1), Emanuel Sá (15), Renato Ribeiro e Torrance Johnson (14).

Treinador: João Tiago.

Ao intervalo: 45-36.

Parciais: 23-15; 22-21; 17-20; 20-12.

Se no jogo da primeira volta os algarvios foram superiores e venceram, com alguma facilidade, os alvinegros no Paulo Pinto, a deslocação ao Algarve, no último fim de semana, para defrontar o Ginásio Olhanense, previa-se que fosse de dificuldade elevada para os homens de João Tiago. E foi o que aconteceu. Apesar da boa exibição, a Sanjoanense não conseguiu vencer a formação local.

Avisada para a força do adversário, a equipa que viajou de S. João da Madeira entrou na partida tentando contrariar as maiores forças do Ginásio: a qualidade das transições e a capacidade ressaltadora dos seus atletas e a intensidade que colocam em cada jogo. Mas a Sanjoanense não conseguiu cumprir com esse objetivo. Se no primeiro período os alvinegros já perdiam por 23-15, no segundo quarto os homens de João Tiago conseguiram trazer algum equilíbrio ao marcador (22-21), mas chegavam ao intervalo com nove pontos de desvantagem, conseguidos através de contra-ataques do adversário e em lançamentos após perda do ressalto defensivo.

No regresso dos balneários para a segunda parte, a Sanjoanense reagiu e conseguiu equilibrar o jogo através de uma maior intensidade defensiva dos seus atletas. O jogo arrancou para o último quarto com uma diferença de apenas seis pontos (62-56). Neste período, veio ao de cima a maior frescura dos locais e a menor capacidade dos alvinegros para susterem as penetrações para o cesto dos norte-americanos do rival, sobretudo Reginald Baker, que mostrou toda a sua qualidade, ao anotar no jogo 27 pontos, quatro ressaltos e três assistências.

Apesar da derrota, de realçar a boa atitude dos homens de S. João da Madeira, que demonstraram que queriam vencer o jogo, mas acabaram por sucumbir apenas no fim, em função da grande qualidade do Ginásio, atualmente no terceiro lugar na classificação, sendo um claro candidato à subida à Liga.

De destacar neste jogo a estreia absoluta no escalão sénior do atleta alvinegro Tiago Ferreira, que é mais um produto da escola de basquetebol da Sanjoanense.

No próximo dia 1 de março a Sanjoanense recebe no Pavilhão Paulo Pinto, às 17h00, a formação açoriana do Angrabasket, encontro a contar para a 21.ª jornada da Proliga e para o qual se espera o apoio do público, importante para ajudar a projetar os alvinegros para o regresso às vitórias.

Agenda
Sub14 femininos
Sanjoanense B-Campinho
Dia 29, às 11h15, Pavilhão Paulo Pinto
Sub14 femininos
UAA Aroso-ADS/Farmácia Lamar
Dia 29, às 14h30, EB Leonardo Coimbra
Sub14 masculinos
Sanjoanense B-S. João Ver
Dia 29, às 14h30, Pavilhão Paulo Pinto
Sub14 masculinos
ADS/Alpim XXI-Illiabum
Dia 29, às 16h30, Pavilhão Paulo Pinto
Sub18 masculinos
Sanjoanense-FAC
Dia 29, às 18h30, Pavilhão Paulo Pinto
Sub19
GICA-ADS/RentPiano
Dia 29, às 21h00, Águeda
Sub16 masculinos
Sanjoanense B-Ovarense B
Dia 1, às 09h15, Pavilhão Paulo Pinto
Sub14 femininos
Sanjoanense B-Galitos B
Dia 1, às 11h15, Pavilhão Paulo Pinto
Sub16 masculinos
Sanjoanense-Guarda Basket
Dia 1, às 14h30, Pavilhão Paulo Pinto
Sub16 femininos
BC Gaia-Sanjoanense
Dia 1, às 16h30, Grijó
Seniores masculinos
Sanjoanense-Angrabasket
Dia 1, às 17h00, Pavilhão Paulo Pinto
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here