Festival atinge maioridade nesta edição 

Promovido pelo Município, “Para atravessar contigo o Deserto do Mundo” é o nome do espetáculo protagonizado por Pedro Lamares e Lúcia Moniz que inaugura a 18ª edição da Poesia à Mesa. A peça sobe ao palco da Casa da Criatividade este sábado, dia 29 de fevereiro, às 22h00.

Em S. João da Madeira, e isto à semelhança do que têm feito em outras partes do país, os dois atores vão celebrar, como se lê na sinopse, “a amizade de Sophia de Mello Breyner Andresen e Jorge de Sena, bem conhecida, até pelas cartas publicadas. Juntos, em separado, atravessaram o deserto de um país em ditadura. Sena exilou-se, Sophia ficou. Desse afastamento físico resulta a literatura epistolar da sua correspondência. Muito além da direta, há uma profunda correspondência de propósitos. A luta pela liberdade, pela ação, pela palavra. A Sophia é doce, mas não perdoa. Exige a verdade por inteiro para não habitar meio quarto. O Sena é duro e não perdoa. Lembra-nos os que foram estripados, esfolados, queimados, gaseados, e os seus corpos amontoados tão anonimamente quanto haviam vivido.

Juntos, colocam-nos num lugar onde somos chamados a decidir, a questionar. Um lugar onde a indiferença se mostra imperdoável.

Esta peça [uma produção da Casca de Noz, com duração de cerca de uma hora e para maiores de 16] é um exercício de intertexto. Intertexto entre dois poetas, entre dois atores, intertexto de afetos e uma luta comum, entre o mundo que temos e o que queremos”.

O custo dos bilhetes varia entre cinco e 6,5 euros, havendo descontos para portadores do Cartão Amigo da Casa.

Poesia à solta na cidade até 21 de março

Durante aproximadamente um mês, de 29 de fevereiro a 21 de março, a poesia vai ser dita, cantada, exposta, trabalhada, conversada e até pendurada na corda. Além disso, vai andar impressa em diversos materiais, desde aventais a toalhetes de mesa, passando por sacos de pão e lápis.

Num ano especial em que a campanha atinge a maioridade, Andreia C. Faria, Fernando Assis Pacheco, Herberto Helder, Mafalda Veiga, Mário-Henrique Leiria e Soror Violante do Céu são os poetas homenageados, como o labor já avançou na sua última edição.

A Poesia à Mesa divulga um conjunto de poetas e as suas obras, indo ao encontro do público através de ações em locais e contextos inusuais, como escolas, restaurantes, fábricas, autocarros, Mercado Municipal e Centro de Saúde, para além dos espaços culturais da cidade.

 

Outras iniciativas do festival

 

Poesia na Corda, de 3 a 21 de março, Praça Luís Ribeiro e Centro Comercial 8ª Avenida

Inauguração da exposição de pintura “Duomo” de Diana Costa, 6 de março, 18h00, Biblioteca Municipal

 

Apresentação do livro “Os dias são assim” de Ana Oliveira, 6 de março, 21h30, Biblioteca Municipal

Poesia no Autocarro, 7 de março, 11h00, Linha Verde do TUS

Oficinas Poéticas, de 9 a 13 de março, escolas do 1º ciclo

 

Turno da Noite, 11 de março, 21h30, Fábrica Viarco

Mercado de Poesia, 14 de março, 10h00, Mercado Municipal

Tertúlia dos Poetas Sanjoanenses, 16 de março, 18h00, Biblioteca Municipal

Poetizando com José Fanha e Fernando Alves, 17 de março, 21h30, Biblioteca Municipal

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui