Pelo quarto ano consecutivo que a CERCI de S. João da Madeira organizou uma Festa de Carnaval que reuniu cerca de 400 pessoas no dia 20 de fevereiro na Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory em S. João da Madeira.

Para além dos utentes da CERCI sanjoanense, marcaram presença a CERCIFeira de Santa Maria da Feira, ALCIA de Arouca, o Patronato de Arouca, a CERCIAZ de Oliveira de Azeméis e o CAO de Fajões que pertence à Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira.

O DJ Martim Azevedo foi responsável pela música a título gratuito, a Câmara Municipal de S. João da Madeira cedeu a aparelhagem de som e a Sala dos Fornos, e o Cézar Café também cedeu um equipamento específico para colocar música.

Esta iniciativa começou por ser feita ano após ano em cada um dos concelhos das instituições participantes até ao momento em que a CERCI de S. João da Madeira percebeu que a Sala dos Fornos na Oliva Creative Factory era a que “tinha melhores condições para acolher tanta gente”, explicou a diretora técnica Dulce Santos ao labor.

Em relação ao facto de a CERCI nunca ter participado no Carnaval, “o baile em si é o que eles gostam mais”, esclareceu Dulce Santos.

Este é “um encontro que fazemos questão de fazer porque é momento de confraternização e de troca de experiências que nos ajuda a crescer a todos com este tipo de atitudes”, revelou António Cunha, presidente da CERCI sanjoanense, ao nosso jornal. E se dúvidas existissem, bastou constatarmos in loco que “eles adoram isto”, afirmou António Cunha, demonstrando vontade que “S. João da Madeira continue a ser o palco este encontro”.

Entre os presentes estiveram Rosário Gestosa, vereadora do Desporto, e Clara Reis, presidente da Assembleia Municipal, em nome da Câmara Municipal de S. João da Madeira. Para além do agradecimento à CERCI por organizar esta iniciativa, Rosário Gestosa destacou o “orgulho pelo trabalho que é feito no terreno e na nossa cidade”.

Por sua vez, Clara Reis destacou que “S. João da Madeira abraça e inclui todos” e, por isso, “agradece pela vossa força de viver e como se entregam às causas”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here