AD Sanjoanense, 6 – CD Paço de Arcos, 2

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitros: Manuel Fernandes (AP Porto) e Florindo Cardoso (AP Minho).

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, Pedro Cerqueira, Facundo Navarro, Xavi Cardoso, José Almeida, Marco Lopes, Alex Mount, João Lima, Tiago Almeida, Hugo Santos.

Treinados: Vítor Pereira.

CD Paço de Arcos: Diogo Rodrigues, Tiago Gouveia, Rafael Lourenço, Pedro Vaz, Pedro Batista, José Silva, Nelson Ribeiro, João Sardo, Bruno Frade, Filipe Fernandes.

Treinador: Luís Duarte.

Ação disciplinar: Cartão azul para Diogo Rodrigues (11’). Facundo Navarro (24’), Pedro Vaz (39’), Xavi Cardoso (49’).

Marcha do marcador: 0-1 por Rafa Lourenço (3’), 1-1 por José Almeida (5’), 2-1 por Facundo Navarro (11’), 3-1 por Xavi Cardoso (16’), 4-1 por Pedro Cerqueira (23’), 4-2 por João Sardo (28’), 5-2 por Alex Mount (48’), 6-2 por Tiago Almeida (49’).

Ao intervalo: 4-1.

Faltas: AD Sanjoanense, 19 | CD Paço de Arcos, 13.

A Sanjoanense venceu, em casa, o Paço de Arcos, com um resultado que parece refletir um jogo fácil para os locais, mas os homens de Vítor Pereira não começaram bem e tiveram de reagir à desvantagem logo aos três minutos, resultado de uma forte sticada de quase meio campo de Rafa Lourenço, que abriu o ativo. A reação alvinegra não tardou, com José Almeida a responder a uma assistência de Xavi e a restabelecer a igualdade. O público vibrou e incentivou e a Sanjoanense retribuiu e aos 11 minutos Facundo Navarro colocava os locais na liderança, para, pouco depois, Xavi Cardoso ampliar a vantagem num contra-ataque a passe de Pedro Cerqueira, que a dois minutos do descanso também inscreveu o nome na lista de marcadores ao converter uma grande penalidade.

O jogo parecia controlado pela Sanjoanense, mas com o intervalo à porta os visitantes aumentaram a pressão e nos últimos instantes a excelente exibição de Tiago Freitas foi fundamental para segurar o resultado, defendendo uma série de remates do Paço de Arcos, inclusive um livre direto que Filipe Fernandes não conseguiu converter.

A segunda parte quase que começava com o golo dos visitantes, mas João Sardo não conseguiu bater Tiago Freitas na conversão de mais um livre direto a castigar a décima falta dos alvinegros. Mas o homem do Paço de Arcos redimia-se pouco depois ao apontar o segundo dos homens de Luís Duarte.

Com o jogo dividido, o marcador manteve-se inalterado praticamente até ao final, quando a dois minutos do fim Alex Mount aponta o quinto da Sanjoanense e Tiago Almeida faz o sexto nos últimos segundos na conversão de uma grande penalidade.

Com este triunfo a Sanjoanense mantém-se no meio da tabela classificativa, enquanto o Paço de Arcos caiu para os lugares de despromoção.

No próximo sábado os alvinegros têm mais um jogo difícil com a deslocação a Lisboa para defrontar o Sporting CP, atual segundo classificado.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here